Ultrapassado nos boxes, Leclerc se revolta com Ferrari: “Não é justo”

Depois de largar na pole-position, Charles Leclerc viu a terceira vitória consecutiva escapar de suas mãos após perder a liderança para o companheiro de equipe, Sebastian Vettel, por conta da estratégia feita pela Ferrari. No rádio, Leclerc não poupou críticas à equipe italiana

Depois de um sábado ideal para Charles Leclerc, em que conquistou sua quinta pole-position na temporada, o GP de Singapura terminou longe do esperado para o monegasco. Devido à estratégia da Ferrari, que optou por parar Sebastian Vettel uma volta antes, Leclerc perdeu a liderança para o companheiro de equipe e terminou na segunda colocação, impedindo sua terceira vitória consecutiva na temporada.
 
Charles ficou visivelmente irritado com a equipe. No rádio, o jovem piloto criticou várias vezes a Ferrari durante as entradas do safety-car. Na primeira, após seu engenheiro pedir calma ao piloto, o monegasco foi duro na resposta: “Eu estou calmo e vou me manter calmo e focado até o fim da prova. Só estou falando como me sinto. Para ser totalmente honesto com você, eu não entendo a ultrapassagem, mas podemos falar mais sobre isso depois”.
Sebastian Vettel e Charles Leclerc (Foto: AFP)

Na segunda vez, após o abandono de Sergio Pérez e nova intervenção do SC, foi avisado pela equipe sobre como proceder na relargada. Leclerc falou que queria voltar com força total com o objetivo de recuperar a liderança. Após ouvir de seu engenheiro que deveria “trazer o carro pra casa”. O dono do carro #16 respondeu: “Eu sei. Não vou fazer nada estúpido. É injusto. Mas não vou fazer nada injusto. Só queria deixar claro isso para vocês”.

 
Após a corrida, na entrevista conduzida pelo ex-piloto David Coulthard, Leclerc teve uma atitude bastante diferente. Perguntado sobre o resultado, ele comentou: “É sempre difícil perder uma vitória como essa, mas é um 1-2 para a equipe, o primeiro da temporada. Chegamos pensando em pódio, mas acabou saindo mais, estou muito feliz com isso. De vez em quando essas coisas acontecem, mas voltarei forte.”
 
Sobre a evolução do carro da Ferrari, o piloto foi mais cauteloso, mas elogiou o trabalho, falando que é melhor “esperar mais alguns GPs, porém os caras fizeram um ótimo trabalho”.
 
Leclerc termina o final de semana em Singapura empatado com Max Verstappen no terceiro lugar do Mundial. Ambos têm 200 pontos e duas vitórias na temporada, mas o holandês tem a vantagem por ter mais segundos lugares.
 
A próxima etapa da temporada 2019 da Fórmula 1 será o GP da Rússia, na pista de Sóchi, já na próxima semana, entre 27 e 29 de setembro. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar