Vaga na Fórmula 1 depende da evolução de Schumacher na F2, diz chefe da Ferrari

Mick Schumacher começou mal a temporada 2020 da Fórmula 2, mas conseguiu dois pódios na Hungria e voltou para a disputa do título. Para Mattia Binotto, apenas bons resultados e clara melhora do piloto devem assegurar uma vaga na Fórmula 1 para 2021

A temporada 2020 da Fórmula 2 não começou como Mick Schumacher esperava. Nas duas corridas da Áustria, ficou apenas em 11º e sétimo, respectivamente. Na Estíria, conseguiu um bom quarto lugar, antes de abandonar a segunda prova. Em Hungaroring, porém, a reação resultou em dois pódios, ambos na terceira posição.

Piloto da academia de jovens pilotos da Ferrari, Schumacher está na quarta colocação no campeonato da Fórmula 2. Para conseguir uma superlicença que o ajudaria a entrar no grid da Fórmula 1 em 2021, o alemão precisa ficar entre os seis melhores do certame.

Especulações sobre o piloto da Prema assumindo uma vaga na Alfa Romeo são constantes, mas a Ferrari ainda quer ver se o jovem piloto está pronto para subir um degrau na carreira. Foi o que disse Mattia Binotto, chefe da equipe, em recente entrevista.

Mick Schumacher abandonou na etapa da Estíria: o extintor de incêndio encheu o cockpit de espuma (Foto: Reprodução/TV)

“Acredito que Mick está indo bem, muito melhor que no ano passado. Isso é importante no segundo ano de F2 e ele está evoluindo. Ele está progredindo desde o início da temporada. Mick teve alguns azares, mas se você olhar os resultados na Hungria, foi bem. O progresso dele é importante”, afirmou o dirigente ao site Motorsport.

“É muito cedo para decidir sobre o próximo ano. Nós somos bem claros e justos com ele, a performance geral dele no campeonato será decisiva. Vai ter um assento na Fórmula 1 para Mick no momento que concordarmos que foi feita uma evolução geral. Ele precisa simplesmente continuar indo bem e vamos decidir no final da temporada”, completou Binotto.

Schumacher, filho do heptacampeão mundial de Fórmula 1, já andou com a Ferrari SF90 em um teste no Bahrein em 2019 e também acelerou a Alfa Romeo.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube