Bottas diz que renovação curta proposta pela Mercedes tornou saída “bastante fácil”

Valtteri Bottas deixou a Mercedes após cinco anos e se juntará à Alfa Romeo em 2022, e revelou que proposta de contrato de apenas um ano facilitou decisão de deixar equipe

PROST É DEMITIDO DA ALPINE. E AGORA, ELE TEM LUGAR NA F1?

Após cinco anos como companheiro de Lewis Hamilton, Valtteri Bottas deixou a Mercedes no fim de 2021 após fechar acordo com a Alfa Romeo para os próximos anos. E apesar das críticas sofridas pelo piloto ao longo do tempo por não conseguir acompanhar a velocidade do heptacampeão, a saída do #77 — que venceu dez corridas enquanto foi piloto da equipe — não foi uma escolha do time de Toto Wolff.

Segundo o próprio Bottas, o finlandês e o chefe da equipe entraram em acordo rapidamente, já que o piloto havia decidido que não renovaria caso o vínculo fosse menor que dois anos.

“Honestamente, foi como se concordássemos”, explicou Bottas ao podcast Beyond The Grid. “Não foi como se ele me falasse. Ele sabia que, em algum momento, teríamos que fazer decisões. E eu já havia me decidido que se não conseguisse dois anos ou mais com a Mercedes, eu iria para algo novo”, disse.

Valtteri Bottas conversa com Frédéric Vasseur, seu chefe de equipe na Alfa Romeo em 2022 (Foto: Alfa Romeo)

“E foi uma simples questão de ‘ele pode me oferecer mais de dois anos?'”, continuou. “E ele disse ‘não, não posso nesse momento’, então foi bastante fácil”, destacou.

Assim, Bottas decidiu deixar a equipe e fechou com a Alfa Romeo, que terá a experiência do #77 e a juventude do único estreante do grid de 2022 na F1, o chinês Guanyu Zhou. Para o lugar de Valtteri, George Russell fez o movimento natural da Williams para a Mercedes. Apesar de pilotar na equipe de Grove, o vínculo do britânico já era com a equipe alemã.

Na opinião do piloto finlandês, a partir do momento em que ficou clara sua saída da Mercedes, a sequência de decisões na equipe aconteceu de forma natural. Para Bottas, a entrada de George Russell em seu lugar já era algo esperado.

George Russell na Mercedes será uma das grandes novidades da Fórmula 1 em 2022 (Foto: Pirelli)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“Obviamente, foi muito natural escolher George [Russell] para o carro, porque ele meio que faz parte do time por muito tempo”, ressaltou. “É uma nova geração, e também é como o esporte evolui. A Mercedes possui o programa de pilotos jovens, e George tem sido parte disso por um longo tempo”, destacou.

“E eles não poderiam perder essa oportunidade”, admitiu Bottas. “Obviamente, no caso dele continuar evoluindo e se tornar mais experiente e ainda mais rápido. Eles não queriam perder isso. Então para mim, ficou tudo bem. Estou realmente feliz”, encerrou.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar