Bottas supera Verstappen por 0s025 e lidera treino livre 1 do GP de Portugal de F1

Em outro primeiro treino livre bastante animado na temporada, Valtteri Bottas começou bem o fim de semana do GP de Portugal e superou Max Verstappen em uma sessão marcada pela falta de aderência da pista de Portimão

Volta em Mônaco com Hesketh 308 guiada por Jean-Denis Delétraz (Vídeo: Reprodução)

Valtteri Bottas foi o grande protagonista do treino livre 1 do GP de Portugal, realizado nesta manhã de sexta-feira (30) no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão. O finlandês virou 1min19s648 na sua volta mais rápida e deixou Max Verstappen para trás por apenas 0s025. Com tempo estabelecido nos segundos finais da sessão, Sergio Pérez superou Lewis Hamilton e colocou a segunda Red Bull entre os três primeiros.

Também no apagar das luzes, Charles Leclerc superou Lewis Hamilton e colocou a Ferrari na quarta posição, logo à frente da Mercedes do heptacampeão. Em seguida, dois grandes destaques da sessão: Pierre Gasly, como vem sendo habitual nos treinos livres desta temporada, em sexto com a AlphaTauri, e George Russell, uma grande surpresa, em sétimo com a Williams. O prodígio britânico, protagonista da grande polêmica do GP da Emília-Romanha, deixou para trás nomes fortes como Lando Norris, da McLaren, e Carlos Sainz, da Ferrari, oitavo e nono, respectivamente.

Esteban Ocon novamente deixou Fernando Alonso para trás na disputa interna da Alpine e foi o décimo, enquanto o espanhol, bicampeão do mundo, foi apenas o P14, duas colocações à frente da Aston Martin de Sebastian Vettel.

Ainda que os pneus duros tenham sido usados em boa parte da sessão, as melhores marcas foram aferidas com os compostos macios. Os médios não foram utilizados pelas equipes nesta manhã. Para o GP de Portugal, a Pirelli definiu sua gama mais dura com os tipos C1, C2 e C3 ao longo do fim de semana.

O segundo treino livre do fim de semana acontece logo mais, às 11h (de Brasília), em Portimão. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades de pista do GP de Portugal, terceira etapa da temporada 2021, AO VIVO e em TEMPO REAL. Siga tudo aqui.

FÓRMULA 1; VALTTERI BOTTAS; MERCEDES; GP DE PORTUGAL; TREINO LIVRE 1;
Valtteri Bottas liderou o treino livre 1 do GP de Portugal (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Saiba como foi o treino livre 1 do GP de Portugal de F1

O treino livre que abriu o fim de semana em Portugal começou bastante movimentado, como tem sido de praxe nesta temporada com as sessões de sexta-feira tendo apenas 60 minutos. Valtteri Bottas, com a Mercedes, foi o primeiro a deixar os boxes no Autódromo Internacional do Algarve.

A grande novidade da sessão foi a presença de Callum Ilott, piloto reserva da Ferrari e vice-campeão da Fórmula 2, no cockpit da Alfa Romeo em Portugal. Recém-anunciado como segundo suplente da equipe suíça, o britânico de 22 anos acelerou no lugar de Antonio Giovinazzi.

CALLUM ILOTT; ALFA ROMEO; PORTUGAL; GP DE PORTUGAL;
Callum Ilott foi a novidade no alinhamento do treino livre 1 do GP de Portugal (Foto: Alfa Romeo)

Logo nos primeiros minutos, a sessão teve uma boa alternância de líderes: Bottas, que abriu os trabalhos, foi naturalmente o primeiro a assumir a ponta. Depois, Lewis Hamilton e Carlos Sainz ocuparam a liderança, até que Valtteri voltou a colocar o carro #77 da Mercedes no topo da tabela de tempos com 1min21s829. Já os carros da Red Bull só registraram as primeiras voltas cronometradas depois de 15 minutos de sessão.

Hamilton reclamou da falta de equilíbrio do carro e disse que a Mercedes se mostrava ‘inguiável’. Um dos motivos era a temperatura mais fria do asfalto em Portimão.

Os tempos foram melhorando na sequência da sessão, com Daniel Ricciardo tomando a liderança do treino livre 1 com 1min21s821, deixando Bottas para trás por apenas 0s008. Ainda no princípio da sessão, a maior parte dos pilotos optou pelos pneus duros. Foi com os compostos brancos que Max Verstappen subiu para terceiro lugar logo depois, com 19 minutos de sessão, deixando Sebastian Vettel para trás, enquanto Carlos Sainz aparecia em quinto.

CHARLES LECLERC; FERRARI; GP DE PORTUGAL; TREINO LIVRE 1;
Charles Leclerc acelera com a Ferrari nesta manhã de sexta-feira em Portugal (Foto: Ferrari)

Logo depois, Verstappen encaixou o melhor tempo até então da sessão com 1min21s053, deixando Ricciardo para trás em 0s768. Em seguida, Bottas melhorou sua marca e subiu para segundo, mas 0s305 acima da marca estabelecida pelo holandês.

Vettel, que aparecia bem na tabela de tempos nesta manhã, em sexto lugar pouco antes da primeira metade do treino, protagonizou um momento curioso. O tetracampeão errou o ponto dos boxes e parou no pit-lane reservado à McLaren. “Eu já estava me perguntando por que não tinha ninguém lá”, brincou.

SEBASTIAN VETTEL; MCLAREN; ASTON MARTIN; GP DE PORTUGAL; F1;
Sebastian Vettel para nos boxes da McLaren no TL1 do GP de Portugal (Foto: Reprodução)

Bottas voltou à liderança com 1min20s506 e deixou Verstappen para trás em 0s547. Hamilton subiu para terceiro, porém 0s874 mais lento na comparação com o tempo do finlandês. De todos os 20 pilotos na pista, Sergio Pérez era o único que ainda não tinha tempo registrado.

‘Checo’ Pérez fez sua primeira volta rápida justamente na metade do treino e se colocou em P12, 2s073 atrás do tempo registrado por Bottas. Àquela altura, as equipes começaram a calçar pneus macios para a sequência dos trabalhos em Portimão. No giro seguinte, Pérez, ainda com os pneus duros, subiu para quarto e estabeleceu a ordem natural de forças da F1 neste começo de temporada: Red Bull e Mercedes ocupavam as quatro primeiras posições.

Mas essa ordem mudou logo depois. Bottas assumiu a ponta, já com pneus macios, ao registrar 1min20s221. Sainz pulou para o quarto lugar, à frente de Lance Stroll, Daniel Ricciardo, Leclerc e Pérez, que caiu para oitavo. Esteban Ocon era o décimo, atrás da Williams de George Russell, mas bem à frente do companheiro de equipe Fernando Alonso, que aparecia em P15. Também naquele momento, Nikita Mazepin esbravejou via rádio depois que Mick Schumacher, seu companheiro de equipe na Haas, o ultrapassou no fim da reta dos boxes.

MAX VERSTAPPEN; FÓRMULA 1; GP DE PORTUGAL; TREINO LIVRE 1;
Max Verstappen foi um dos protagonistas desta manhã de sexta-feira em Portugal (Foto: F1/Twitter)

A caminho do fim da sessão, Russell fez um tempo muito expressivo usando pneus macios e subiu para a terceira posição da sessão, só atrás de Verstappen, que continuava em segundo, e de Bottas, que melhorou sua marca para 1min19s648 e ampliou a vantagem na liderança. O finlandês também acelerava com pneus macios.

Gasly, também com pneus macios, superou Russell e assumiu a terceira posição. Logo depois, Hamilton, Verstappen e Pérez voltaram à pista com os compostos vermelhos para as últimas voltas rápidas da manhã.

Max se queixou do nível de vibração do carro com pneus macios, mas, ao ser perguntado pela Red Bull se dava para seguir na pista, o holandês brincou. “Vou precisar ir ao dentista depois do fim de semana”. O fato é que o piloto da Red Bull não conseguiu superar Bottas na sua primeira volta rápida e ficou 0s025 atrás. Gasly continuava em terceiro, seguido por Russell e Hamilton, que fechava o top-5.

Novamente, a ordem foi alterada depois que Leclerc assumiu a terceira posição ao marcar tempo 0s533 mais lento que o de Bottas. Já a outra Ferrari, de Sainz, escorregou no segundo setor, evidenciando a falta de aderência da pista.

Pérez ficou bem atrás de Verstappen na sua volta rápida, mas conseguiu subir para quinto ao deixar Gasly e Russell para trás. O mexicano ficou a 0s722 do tempo do seu companheiro de equipe, mas houve tempo para ‘Checo’ fazer outra volta rápida e conseguir se colocar em posição bem melhor, em terceiro, só atrás de Bottas e Verstappen e logo à frente de Hamilton nesta manhã em Portimão. Ainda no apagar das luzes, Leclerc deixou o heptacampeão para trás para colocar a Ferrari em quarto lugar.

Fórmula 1 2021, GP de Portugal, Autódromo Internacional do Algarve, treino livre 1:

1V BOTTASMercedes1:19.648 31
2M VERSTAPPENRed Bull Honda1:19.673+0.02523
3S PÉREZRed Bull Honda1:19.846+0.19822
4C LECLERCFerrari1:19.884+0.23627
5L HAMILTONMercedes1:19.967+0.31932
6P GASLYAlphaTauri Honda1:20.444+0.79631
7G RUSSELLWilliams Mercedes1:20.529+0.88129
8L NORRISMcLaren Mercedes1:20.635+0.98726
9C SAINZFerrari1:20.680+1.03227
10E OCONAlpine1:20.800+1.15227
11L STROLLAston Martin Mercedes1:20.894+1.24629
12D RICCIARDOMcLaren Mercedes1:20.995+1.34731
13Y TSUNODAAlphaTauri Honda1:21.090+1.44228
14F ALONSOAlpine1:21.303+1.65531
15K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:21.381+1.73325
16S VETTELAston Martin Mercedes1:21.405+1.75731
17C ILOTTAlfa Romeo Ferrari1:21.806+2.15821
18M SCHUMACHERHaas Ferrari1:21.939+2.29129
19N LATIFIWilliams Mercedes1:22.293+2.64529
20N MAZEPINHaas Ferrari1:24.224+4.57629

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube