Van der Garde perde cinco posições no grid do GP da Inglaterra após toque com Hülkenberg

Os comissários de prova consideraram o holandês culpado pelo lance que culminou com o abandono dos dois pilotos, já que ele ignorou as bandeiras azuis durante uma volta e obrigou Hülk a usar a asa móvel para passar

Giedo van der Garde foi punido com a perda de cinco posições no grid de largada do GP da Inglaterra por ser considerado culpado pelo toque que tirou Nico Hülkenberg da prova deste domingo (9). A batida aconteceu na última curva do circuito, quando o alemão precisou usar a asa móvel para colocar volta no adversário.

Após a corrida, os comissários de prova afirmaram que o piloto da Caterham recebeu bandeira azul durante toda a volta, mas mesmo assim se recusou a ceder a posição, por isso acabou punido.

Giedo van der Garde foi punido no grid do GP da Inglaterra (Foto: Getty Images)

“O carro número 21, de Giedo van der Garde, recebeu bandeiras azuis por toda uma volta. O carro número 11, de Nico Hülkenberg, precisou usar a asa traseira móvel e todo o Kers para ultrapassar o retardatário”, justificaram os comissários.

Após ultrapassar o holandês, Hülkenberg acabou tocado por trás, e os dois carros deixaram a prova. Esse, entretanto, não foi o único incidente em que Van Der Garde se meteu. Mais cedo, ele já havia recebido um drive-through por um lance parecido envolvendo Mark Webber.

Para piorar a tarde, a Caterham ainda foi multada em € 2 mil (cerca de R$ 5,5 mil) porque um integrante do time cruzou o pit-lane de maneira perigosa quando Daniel Ricciardo veio para a troca de pneus.

A cobertura completa do GP do Canadá no GRANDE PRÊMIO
As imagens de domingo da F1 em Montreal
Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube