F1

Vandoorne afirma que “não vi o desempenho da McLaren” no GP da Austrália: “Agora trabalho para a Mercedes”

Stoffel Vandoorne parece que deixou a McLaren em seu passado e só está olhando para frente. O belga revelou que não acompanhou o desempenho da equipe no GP da Austrália, primeira etapa da F1, afirmando que agora seu compromisso é com a Mercedes

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Acompanhar a McLaren na Fórmula 1 não está nos planos de Stoffel Vandoorne. O piloto admitiu que não ficou sabendo do desempenho da equipe durante o GP da Austrália, reforçando que agora veste as cores da Mercedes.
 
O belga defendeu a equipe inglesa nas duas últimas temporadas, terminando ambos os anos na 16ª colocação. Entretanto, para 2019, viu o vínculo ser encerrado, e sem vaga na F1, se viu obrigado a mudar para a Fórmula E para defender a HWA.
Stoffel Vandoorne (Foto: FE)
Ao ser questionado se viu a performance da esquadra de Woking em Melbourne, Vandoorne afirmou ao jornal ‘As’ que “não, não vi. Agora trabalho para a Mercedes, sei que a Mercedes venceu a corrida, então foi muito bom para nós.”
 
“Aqui [Fórmula E] é onde quero estar, e onde quero ter um bom futuro. HWA vai se tornar Mercedes no próximo ano e quero fazer parte disso. Esse é meu objetivo, ser um campeão aqui”, continuou.
 
Falando sobre a categoria dos carros elétricos, Stoffel afirmou que o nível dos pilotos é bastante alto. “Acho que é impossível dizer o nome de um piloto que não mereça estar aqui. Na F1, é claro, há muitos, muitos bons pilotos, mas também tem alguns que, vamos dizer, são menos bons”, encerrou.