Vencedor na Austrália, Rosberg vibra com “começo perfeito” de temporada, mas mantém cautela e pede atenção à Ferrari

Nico Rosberg soube se recuperar da largada no GP da Austrália e ousou na mudança da estratégia para vencer a quarta corrida seguida, ampliando a sequência que vinha do ano passado. Rosberg começa a temporada na frente, tentando fazer Hamilton suar

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Não parecia depois da largada, mas Nico Rosberg conseguiu se virar, mudar a estratégia e contar com alguma sorte para vencer o GP da Austrália que abriu a temporada 2016 da F1 neste domingo (20). O alemão começa o ano na frente de Lewis Hamilton, embora menos do que gostaria. É a quarta vitória seguida de Rosberg na F1.

Ao comemorar seu triunfo, Nico vibrou com o início perfeito de temporada, mas não entrou no clima de empolgação total. O alemão enxerga a Ferrari como uma ameaça em potencial, ainda mais depois da grande corrida feita por Sebastian Vettel nesta tarde em Melbourne

“Bater as Ferrari hoje foi incrível. Foi maravilhoso e estou muito empolgado. Ainda é cedo, mas é um ótimo começo. Só temos de continuar de olho nos caras de vermelho e continuar trabalhando”, declarou. "Muito obrigado à equipe pelo carro incrível, hoje foi inacreditável", vibrou o alemão.

Nico Rosberg comemora vitória em Melbourne (Foto: Getty Images)
A largada de Nico foi ruim. Ele assistiu o movimento espetacular que fez Sebastian Vettel e não conseguiu conter Kimi Räikkönen. Ainda teve que se digladiar com Max Verstappen para manter um terceiro lugar que só se segurou porque Hamilton foi ainda pior e caiu para sexto.
 
Mas Rosberg atuou, mudou a estratégia e parou mais cedo. Obrigou Vettel a mudar também, já ganhando a posição de Räikkönen. A bandeira vermelha causada pela assustadora batida de Fernando Alonso e Esteban Gutiérrez fez com que Sebastian, mesmo de supermacios, não abrisse. Foi sorte, sim, mas combinada a uma decisão ousada.

Foi aí o ponto em que Rosberg venceu. Na estratégia. “Foi crucial hoje, então só posso mesmo agradecer muito. A equipe fez um grande trabalho quanto à estratégia. Fomos muito fortes em estratégia, além das outras coisas. Somos fortes em praticamente todas as áreas, mas isso ficou evidente hoje. A troca de pneus durante a bandeira vermelha foi muito importante. Fiquei feliz por ver eles [a Ferrari] com os supermacios. Foi bom e ainda fiquei feliz por conseguir acompanha-lo usando pneus médios”, disse.

“Fiquei preocupado com a relargada com os pneus médios, e os pneus estavam bem frios, mas correu tudo bem, deu tudo certo. A bandeira vermelha foi fundamental e a melhor coisa a se fazer para limpar toda a pista após o incidente”, acrescentou.

Rosberg passou Hamilton e ganhou a posição na curva 1. O britânico minimizou (Foto: Getty Images)

Questionado sobre a sua manobra na curva 1, quando acabou ultrapassando Hamilton, que acabou colocando duas rodas na grama, Rosberg se desculpou. “Eu só soube sobre o acontecido quando Lewis falou sobre isso. Tenho de analisar. Mas se eu espalhei e o coloquei pra fora, peço desculpas, não foi minha intenção. Eu estava no meu limite”, justificou o piloto, que teve suas desculpas aceitas por Hamilton.

 
Pela primeira vez na carreira Rosberg tem uma sequência de quatro vitórias seguidas. Depois de dois dias pálidos, o alemão mostra que tem vida e quer fazer Hamilton correr por seu dinheiro. E Nico também repete 2014, quando também venceu na Austrália, mas naquela época, depois de contar com um revés de Hamilton, que sofreu com problemas no motor.
 
A F1 continua em duas semanas, em 3 de abril, com o GP do Bahrein em Sakhir. Lewis Hamilton foi quem venceu por lá em 2014 e 2015.
 
VEJA A EDIÇÃO #20 DO PADDOCK GP, QUE ABORDA F1, MOTOGP, INDY E F-E

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube