Verstappen afirma desejo de seguir com Red Bull, mas se garante em caso de saída do grupo: “Não temo ficar sem vaga”

Max Verstappen mostrou bastante confiança na permanência na F1. O holandês afirmou que não deseja deixar a Toro Rosso e a Red Bull, mas afirmou que, se o grupo deixar a categoria, não teme ficar sem vaga no grid

Max Verstappen tem total confiança em sua permanência na F1. Mesmo ameaçado por uma possível saída da Red Bull da categoria, o holandês acredita que não teria problemas para arrumar outra vaga no grid.
 
O mais jovem da F1 comentou que sequer se preocupa com a possibilidade da saída da Red Bull e da Toro Rosso.
 
“Eu não estou com medo. Sei que tenho contrato por mais alguns anos, então, mesmo que deixem a F1, vou sentar e ver o que vai ser daqui para frente. Mas não tenho medo de ficar sem uma vaga no grid”, disse.
Max Verstappen não teme ficar sem vaga no grid da F1 (Foto: AP)
O holandês afirmou que sente que está prestigiado na categoria e que teria facilidade para achar outro cockpit.
 
“Sempre que estou andando pelo circuito as pessoas me abordam. Converso informalmente com todo mundo, venho tendo ótima performance, acho que isso vai me ajudar caso a Red Bull saia”, falou.
 
Mesmo assim, Verstappen reiterou que não quer deixar a Red Bull, grupo que o colocou na F1 tão jovem.
 
“Eu não estou procurando vaga, estou bem feliz na Red Bull. Eles fizeram muito por mim, estou aqui por causa deles, não tenho motivos para sair. Se eles saírem da F1, a coisa muda de figura, mas, por enquanto, estou bem feliz”, completou.
 
Verstappen é 12º em sua temporada de estreia na F1. O holandês anotou 32 pontos, 20 a mais que o companheiro Carlos Sainz Jr.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube