Verstappen aprova dia e releva tempo de Hamilton: “Não muito significativo”

Max Verstappen registrou o terceiro melhor tempo da sexta-feira (1) de treinos livres em Austin e ficou satisfeito: “Um dia bem positivo”. O holandês, que ficou 0s315 atrás do líder, Lewis Hamilton, minimizou a marca do britânico ao considerar que esta foi feita com a ajuda do vácuo. Alexander Albon fez uma nova estreia e pilotou pela primeira vez no Circuito das Américas

Lewis Hamilton sobrou no segundo e derradeiro treino livre desta sexta-feira (1) que abriu os trabalhos do fim de semana do GP dos Estados Unidos. O piloto da Mercedes, que está a um passo de ser coroado como hexacampeão mundial de F1, foi o mais rápido no Circuito das Américas, com vantagem de 0s301 para Charles Leclerc, segundo colocado, e 0s315 para Max Verstappen, que fechou o top-3. Alexander Albon foi o sexto, 1s202 atrás do líder.
 
Na visão de Verstappen, os trabalhos ao longo desta sexta-feira foram muito bons para a Red Bull. “No geral, foi um dia bem positivo. Acho que o ritmo do carro em classificação não é ruim”, disse o jovem de 22 anos em entrevista coletiva pouco depois do TL2.
 
O holandês, que entrou em rota de colisão com Hamilton na esteira dos comentários feitos pelo britânico no último GP do México, entende que o melhor tempo do dia não pode servir como um parâmetro real do potencial da Mercedes no fim de semana.
Max Verstappen vê a Red Bull em boa forma no Circuito das Américas (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
“Lewis pegou o vácuo na reta oposta, então seu tempo de volta não é muito [significativo]. Acho que [a vantagem] é menor”, analisou.
 
Em termos de simulação em ritmo de corrida, Verstappen foi o segundo mais rápido no primeiro stint com os pneus macios, ficando só atrás de Hamilton. Com os pneus médios, o holandês também ficou logo atrás do mais rápido, Leclerc, no segundo stint. A análise que Max faz é que há margem para melhora na sequência dos trabalhos no Texas.
 
“Não fiquei totalmente feliz nas simulações de corrida, ainda podemos fazer um pouquinho melhor. Mas essa pista é muita agressiva com os pneus também. Então eu acho que, se pudermos manter os pneus sob controle, então tudo pode parecer muito melhor. Mas, no geral, foi um bom começo de fim de semana”, complementou.
 
Albon não chegou a ter o mesmo ritmo de Verstappen. O anglo-tailandês, assim como aconteceu recentemente em pistas como Suzuka e Hermanos Rodríguez, estreia em Austin neste fim de semana. O piloto ficou impressionado com a largura do circuito em alguns trechos, o que possibilita vários traçados distintos em um determinado trecho, como na curva 1.
 
“Foi ok, curti”, resumiu. “É bastante técnica. Tem muita pista, então você não sabe muito onde vai colocar o carro”, explicou. 
 
“O primeiro treino foi muito bom, o segundo não foi tão bom. Mas meio que sei qual a direção que nós vamos querer seguir para amanhã”, concluiu.

A F1 volta a acelerar no Circuito das Américas na tarde deste sábado, a partir de 15h (horário de Brasília), com o terceiro treino livre, enquanto a sessão classificatória acontece às 18h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL. Siga a cobertura aqui.
Paddockast #40
QUEM VOCÊ ENTREVISTARIA NO GP DO BRASIL?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube