Verstappen assume culpa por batida em Mônaco e se desculpa com Red Bull: “Não dei o resultado que mereciam”

Depois de uma estreia de sonhos em Barcelona, a realidade encontrou com Max Verstappen em sua segunda corrida na Red Bull. Em Mônaco, o jovem holandês bateu no sábado e no domingo, encerrando um fim de semana sem pontos onde tinha carro para muito mais. Sabe disso e se desculpou com a equipe austríaca

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Se de um lado da garagem as desculpas são todas da equipe para o piloto, do outro a mão é inversa. Um erro da Red Bull custou a vitória da Daniel Ricciardo no GP de Mônaco, é bem verdade, mas um erro de Max Verstappen jogou fora a bela corrida de recuperação que fazia e os pontos que levaria para a conta do time rubro-taurino. Verstappen sabe que seu erro custou caro.

 
Depois de bater no treino classificatório do sábado e largar na 21ª colocação, Verstappen já era o décimo e se aproximava de mais pontos no domingo. Na saída da Piscina, porém, errou. Foi direto no muro da Massenet e teve de voltar aos boxes de carona e com o rabo entre as pernas.
 
"No fim das contas, preciso me desculpar com o time, porque eles trabalharam muito duro para preparar o carro. Não deveria ter acontecido, e eu não dei a eles o resultado que mereciam. Sinto muito por isso. Estou desapontado comigo mesmo porque isso não deveria ter acontecido", disse.
 
"Até a batida eu estava bem. Tinha ritmo forte, especialmente com os pneus intermediários quando tive espaço, fiz ultrapassagens, então estava bom. Mas, infelizmente, nesta pista e especialmente nas condições de pista molhada, se você travar o pneu um pouco e sair do traçado, é muito fácil sair da pista. Foi o que aconteceu", avaliou.
Verstappen bate na entrada da curva do Cassino (Foto: Twitter/Reprodução)

"Eu travei, saí da linha e ainda estava molhado fora do traçado. Daí em diante, fui passageiro. Acertei o muro bem forte e ainda machuquei o joelho", relatou.

 
A Red Bull, porém, não irá recriminá-lo tanto. O chefe, Christian Horner, deixou claro que acredita ser parte da curva de aprendizagem. Depois de boa participação na primeira parte, um erro que ele não voltará a cometer.
 
"Ele teve uma primeira metade de corrida muito forte, fez boas ultrapassagens, bom progresso e já estava em décimo. Viu que Rosberg não estava muito à frente. Infelizmente as condições acabaram o tirando do controle – não foi o único com que aconteceu isso", falou.
 
"Foi um final de semana de contrastes para ele comparado ao da Espanha, mas é parte da curva de aprendizagem em que ele está. A trajetória dele ainda é impressionante. Max vai aprender e duvido que verá o mesmo erro ano que vem. Ele é esperto, brilhante, tem uma personalidade inteligente e vai definitivamente levar consigo o que houve neste fim de semana", encerrou.
 
A F1 volta no Dia dos Namorados, 12 de junho, com o GP do Canadá em Montreal.
 
PADDOCK GP #30 DEBATE INDY, F-E E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube