Verstappen assume má reação em largada e isenta Räikkönen de culpa em acidente

O GP da Bélgica durou menos de uma volta para Max Verstappen, que se acidentou logo após a largada. Atingido por Kimi Räikkönen, ele assumiu que a culpa do toque não foi do finlandês, que manteve o traçado correto

Se não bastasse a má largada que teve no GP da Bélgica deste domingo (1), Max Verstappen ainda abandonou duas curvas depois ao perder o controle do carro e atingir o muro de Spa-Francorchamps

Se não deu alegria à torcida holandesa que, como sempre, ocupou boa parte das arquibancadas no país vizinho, Verstappen ao menos assumiu que Kimi Räikkönen, que foi quem atingiu sua Red Bull, não teve culpa no acidente que causou seu abandono.

Foi o que ele disse após a prova: "Kimi não me esperava ali e, por isso, manteve seu traçado normal. Ele me bateu, meu volante quebrou e, então, perdi o controle na Eau Rouge."

Max Verstappen bate após incidente com Kimi Räikkönen no GP da Bélgica (Foto: Reprodução/Twitter)
Paddockast #31
QUEM NA F1 PASSA DE ANO?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Verstappen também assumiu que não teve boa largada e que, por isso, perdeu diversas posições rapidamente – antes da batida final.

"Não sei por que (foi tão ruim), temos que olhar isso. Minha reação também não foi boa e travei as rodas. Aó tudo acabou rapidamente. Qiando cheguei à primeira curva freei um pouco mais tarde, depois dos carros à minha frente", completou.

A próxima etapa do Mundial de F1 acontece já no próximo fim de semana com a disputa do GP da Itália, no icônico circuito de Monza. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar