F1

Verstappen chama Vettel de “ridículo” após incidentes no México e critica postura: “Precisa voltar para a escola”

Max Verstappen não gostou nem um pouco da postura de Sebastian Vettel no fim do GP do México. O bloqueio contra Daniel Ricciardo e os palavrões pelo rádio não caíram bem para Verstappen, que chamou o adversário de “ridículo”

Warm Up / VITOR FAZIO, de Porto Alegre
As últimas voltas do GP do México deste domingo (30) renderam uma bela polêmica entre Max Verstappen e Sebastian Vettel. O holandês não gostou nem um pouco da forma que o alemão encontrou de subir ao pódio – Vettel bloqueou Daniel Ricciado e depois contou com uma punição aplicada em Verstappen. Na opinião de Max, é a síntese de um piloto “ridículo”.
 
“Diria que pelo menos eu sei fazer isso (se defender em freadas) do jeito certo. Ele (Vettel) não sabe o que faz, é ridículo o que ele fez”, disparou Verstappen. “O Vettel estava ao lado do Ricciardo e jogou o carro para cima. Aí ele começa a gritar pelo rádio. Não sei quantas vezes ele usa palavrões pelo rádio, mas acho que ele precisa voltar para a escola para aprender a conversar”, seguiu.
Max Verstappen certamente não está feliz (Foto: Reprodução)
Verstappen também discorda da punição recebida logo após o GP. Os comissários entenderam que o holandês se beneficiou ao cortar a primeira curva enquanto disputava posição com Vettel.
 
“Eu acho que é muito parecido com o que aconteceu na primeira volta”, opinou Verstappen. “Lewis escapou e ganhou uma vantagem enorme. Nico também escapou para não bater em mim e levou vantagem. Comigo foi diferente, eu não tive vantagem. Estava na frente quando escapei e voltei na mesma posição. É ridículo”, falou.
 
Depois de receber a punição de cinco segundos, Verstappen caiu de terceiro para quinto na classificação final do GP do México. A corrida foi vencida por Lewis Hamilton.