F1

Verstappen dá de ombros para punições por troca de motor se Honda conseguir “se aproximar da Ferrari”

Max Verstappen tem consciência do risco de perder posições no grid conforme a Honda começar a atualizar e trocar componentes do motor. Mesmo assim, não é problema: o holandês acha que o desenvolvimento faz valer a pena

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
Perder posições no grid de largada não é agradável, mas não é um problema dos maiores para Max Verstappen na Fórmula 1. O holandês, que já vai usar a segunda de três unidades de motor permitidas para a temporada 2019, acredita que as punições podem, sim, valer a pena – tudo depende de quanto rendimento a Honda vai encontrar a cada atualização.
 
Verstappen, aliás, está contente com o motor novo de Baku. A Honda agiu rapidamente para resolver problema detectado na Toro Rosso de Daniil Kvyat no GP da China. Tanto Max quanto Pierre Gasly deixam de lado a versão utilizada nos três primeiros GPs do ano, assim como os pilotos da equipe B.
 
“Eu fico muito feliz porque eles estão dando o melhor para trazer atualizações, o que sempre é bom”, disse Verstappen. “Acho que ano passado mostrei que, mesmo largando no fim do grid, você ainda pode conseguir um pódio, como fiz em Austin. Não acho que seja um grande problema. Vou ficar feliz se até o fim do ano pudermos dizer que realmente nos aproximamos da Ferrari. Se a gente usar alguns motores a mais, tudo bem”, seguiu.
Acha que Max Verstappen está preocupado com trocas de motor? (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
A Red Bull ainda pode usar um terceiro motor, além de reutilizar o primeiro, sem receber punições. Caso um quarto seja necessário, a equipe taurina passa a perder posições no grid de largada.
 
“Fico feliz que eles tenham feito isso [versão 2 do motor]. Tomara que a gente consiga usar esse motor por mais tempo do que o primeiro. A gente ainda pode usar [o primeiro], não há problema nenhum com ele”, encerrou.
 
Verstappen chega ao Azerbaijão como terceiro colocado no Mundial de Pilotos. Mesmo assim, o holandês já carrega déficit de 29 pontos para Lewis Hamilton, atual líder.
Confira a programação do fim de semana do GP do Azerbaijão de F1
Horários de Brasília, GMT -3

SESSÃO DIA DATA HORA
TL1 Sexta 26/4 6h
TL2 Sexta 26/4 10h
TL3 Sábado 27/4 7h
TC Sábado 27/4 10h
GP Domingo 28/4 9h10