Verstappen diz que GP de Singapura é “sinal de alerta” para Red Bull

Max Verstappen foi para Singapura de olho na vitória, mas só conseguiu um terceiro lugar – e por pouco. O holandês sente que a Red Bull ficou devendo em termos de ritmo, com uma atuação considerada a pior nos últimos meses

Max Verstappen chegou a Singapura como um candidato natural à vitória. Afinal, a Red Bull tem como ponto forte as curvas, que existem aos montes em Marina Bay. Entretanto, o ritmo não foi dos mais espetaculares, o que fez o holandês se classificar em quarto e terminar em terceiro num GP que serviu de “sinal de alerta” para a equipe de Milton Keynes.
 
“Não foi bom o suficiente”, disse Verstappen. “Nós viemos aqui para vencer e claramente não conseguimos. Acho que ontem [sábado] foi pior do que hoje [domingo], mas eu diria que é um pequeno sinal de alerta. Da Áustria em diante, essa talvez seja nossa pior corrida em termos de performance, e onde esperávamos ir muito bem”, seguiu.
 
“Eu tenha algumas ideias a respeito das coisas que deram errado, mas vamos precisar analisar tudo e ver se já tem como melhorar em Sóchi. Não é um traçado tão incrível para nós, mas você consegue ver com nitidez se o carro funciona nas curvas ou não. Acho que aqui, com tantas curvas, o carro não estava funcionando como eu gostaria. Vamos para casa e ver o que podemos fazer de melhor”, destacou.
Max Verstappen até bebeu champanhe, mas não ficou tão feliz (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Verstappen foi um dos pilotos pegos de surpresa pela força da Ferrari, logo em uma pista que aparentava ser desfavorável. O holandês fez uso de uma estratégia correta para superar a dupla da Mercedes, inicialmente tida como principal rival, mas não pôde fazer nada contra a dobradinha de Maranello, com Sebastian Vettel no alto do pódio.

 
“Na corrida eu estava conseguir seguir [outros carros]. Não estava em condições de atacar, mas ao menos eu conseguir seguir os carros ao meu redor, eles nunca dispararam. Claro que inicialmente eu fiquei pensando só no desgaste de pneus, então fiquei pilotando muito devagar. Acho que paramos na hora certa, fizemos o undercut no Lewis [Hamilton], e isso foi muito positivo. Daí em diante, foi tudo questão de seguir alerta com safety-car e relargada, mas acho que administramos tudo bem”, encerrou.
 
O resultado faz Verstappen cair de terceiro para quarto no Mundial de Pilotos. O holandês tem os mesmos 200 pontos de Charles Leclerc, mas é derrotado nos critérios de desempate.
 
A próxima etapa da F1 é o GP da Rússia. A etapa de Sóchi é já neste domingo, dia 29 de setembro.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube