F1

Verstappen diz que só aceita formar dupla com Hamilton ou Vettel na F1 “se não tiver outra opção”

Max Verstappen não aceitaria um contrato com Mercedes ou Ferrari sem pensar duas vezes: o holandês prefere não ter que lidar com um companheiro como Lewis Hamilton ou Sebastian Vettel. Dessa forma, as duas melhores equipes do grid viram últimas opções
Warm Up / Redação GP, de Berlim
 Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Para Max Verstappen, uma possível proposta de Mercedes ou Ferrari não viria necessariamente como uma grande notícia – a possibilidade de formar dupla com Lewis Hamilton ou Sebastian Vettel não deixa os olhos do holandês brilhando. Tanto que Verstappen vê a possibilidade de formar dupla com um dos campeões no futuro como a última opção.
 
A declaração de Verstappen vem em um momento importante na Red Bull. Apesar de a equipe ainda não ter carro para voltar a ser campeã mundial, o holandês fortalece o status de líder – algo difícil de conquistar contra Hamilton ou Vettel – após a saída de Daniel Ricciardo para a Renault.
 
“Quando eu penso na minha carreira, não parece conveniente sentar ao lado de Hamilton ou Vettel nesse momento, mas eu certamente toparia se não tivesse outra opção”, disse Verstappen, em declarações ao jornal britânico ‘Daily Express’. “Acho que posso ser campeão com a Red Bull, desde que a gente tenha o conjunto certo encaixado”, continuou.
Max Verstappen na Mercedes ou na Ferrari? Não conte com isso tão cedo (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Enquanto isso, os próprios Hamilton e Vettel lidam com estruturas que os têm como líderes. O britânico reina absoluto na Mercedes, sem ameaça de Bottas; o alemão é peça chave da reconstrução da Ferrari, apesar de agora precisar se preocupar com Charles Leclerc. Verstappen agora tem Pierre Gasly – francês que causou boa impressão na Toro Rosso, mas que chega ainda com pouca experiência à Red Bull – como comparação direta.
 
O contrato atual de Verstappen com a Red Bull, assinado em 2017, dura até o fim da temporada 2020.

A temporada 2019 da F1 começa em 17 de março, data reservada para o GP da Austrália, em Melbourne.