Verstappen diz ter “dado o melhor” para ultrapassar Hamilton durante “corrida divertida” em Mônaco

Max Verstappen, quarto colocado em Mônaco, não se arrepende de nada. O holandês acha que fez o possível contra Lewis Hamilton, com pneus gastos e ritmo inferior, na luta pela liderança. De quebra, Verstappen curtiu o ritmo da Red Bull


Max Verstappen não conseguiu a tão desejada ultrapassagem sobre Lewis Hamilton no GP de Mônaco deste domingo (26), mas não foi por falta de vontade. O holandês acredita que fez o melhor possível na luta com o britânico, que era chave na busca pela vitória.
 
Sem passar Hamilton, Verstappen cruzou a linha de chegada em segundo, com Sebastian Vettel e Valtteri Bottas logo atrás. Como o holandês recebeu punição de 5s por sair dos boxes de forma perigosa, o resultado final foi um quarto lugar.
 
“É claro que é uma pena receber uma punição, mas hoje eu dei meu melhor para passar o Hamilton”, disse Verstappen. “Eu comecei a ir para cima dele, aí ele começou a aumentar o ritmo e gastar os pneus, tentei colocar pressão. Passei a corrida inteira o seguindo de perto, pegando o ar sujo, e isso não é fácil”, lamentou.
Lewis Hamilton lutou com os pneus para segurar Max Verstappen (Foto: BBC/Twitter)

O momento chave na corrida de Verstappen foi na penúltima volta. O holandês mergulhou na chicane do porto para tentar superar Hamilton. Não deu certo, mas pelo menos trouxe alguma empolgação ao GP.

 
“Eu tive uma corrida divertida. Gostaria de terminar no pódio, mas, olhando nosso ritmo, nós estivemos fortes”, definiu.
 
O resultado em Mônaco faz Verstappen cair para quarto no Mundial de Pilotos. O novo terceiro colocado é Sebastian Vettel, beneficiado pela punição aplicada ao holandês.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube