Verstappen fala em falha hidráulica, mas espera luta interna pela pole no México: “Temos um bom carro”

Max Verstappen liderou os dois treinos livres desta sexta-feira no Autódromo Hermanos Rodríguez e se mostrou confiante para a luta pela pole-position neste sábado. Diferente dos outros carros, que tiveram problemas com os pneus, a Red Bull mostrou boa aderência

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

Max Verstappen foi o dono da sexta-feira (26) de treinos livres do GP do México. Confirmando as expectativas da própria Red Bull, a equipe dominou as atividades tanto da manhã como também da tarde no Autódromo Hermanos Rodríguez. Verstappen foi o mais rápido das duas sessões, liderando as dobradinhas com Daniel Ricciardo em segundo lugar. No TL2, a diferença para o terceiro colocado, Carlos Sainz, foi enorme: 1s233.
 
Pouco depois do término da sessão, Verstappen falou para uma multidão de jornalistas no México. O holandês falou sobre a grande performance durante todo o dia, mas foi inevitavelmente questionado sobre o problema apresentado quando restavam dez minutos para o fim do segundo treino. 
 
Aparentemente foi uma falha no motor, só que o próprio piloto tem outra visão sobre o que ocorreu, embora ainda não tenha uma certeza a respeito. “Foi um problema hidráulico, mas não estamos totalmente certos, uma vez que o carro apagou. Então vamos descobrir”, disse o piloto em entrevista acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO. Mas o jovem de 21 anos se mostrou tranquilo. "No momento, não estou [preocupado]", garantiu.
Max Verstappen suspeita que enfrentou um problema hidráulico no segundo treino no México (Foto: Reprodução)

A respeito do desempenho global do carro da Red Bull, Verstappen se mostrou bastante animado, sobretudo porque o carro taurino não apresentou os problemas de aderência e equilíbrio que Ferrari e Mercedes, que sofreram muito com o alto grau de desgaste dos pneus hipermacios.

 
“Nós temos um bom carro, com bom downforce, boa aderência mecânica. Você pode ver em Mônaco que ele funcionou muito bem”, salientou Max, mencionando a performance do RB14 no circuito onde a Red Bull largou na pole-position e venceu com Ricciardo.
 
Questionado se acredita em viver uma batalha interna com seu companheiro de equipe pela pole-position do GP do México neste sábado, Verstappen se mostrou otimista. “Espero, vamos descobrir isso amanhã. Hoje foi muito bom, mas temos de seguir trabalhando para tentar sermos melhores”, complementou.
 
O GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP do México de F1 neste fim de semana com a repórter Evelyn Guimarães.
 
E o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube