F1

Verstappen lamenta falta de oportunidade de brigar com Alonso na F1: “Estava sempre lá trás”

Fernando Alonso não vai estar no grid da F1 em 2019, o que Max Verstappen lamentou. O holandês admitiu que sente nunca ter podido brigar verdadeiramente contra o espanhol, de quem tem grandes memórias da época que assistia corridas pela TV
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Max Verstappen em Abu Dhabi 2018 (Foto: Red Bull Content Pool)
Max Verstappen revelou uma coisa que lamenta não ter conseguido fazer na F1: competir contra Fernando Alonso. Apesar de entender que dividiu o grid com o espanhol, reconheceu que nunca teve uma batalha real com o bicampeão.
 
O GP de Abu Dhabi marcou a última corrida do #14 na categoria mundial. Em suas próprias palavras, está em busca de novos desafios - não é novidade que o piloto está em busca da Tríplice Coroa.
 
Verstappen fez sua estreia na F1 em 2015, mesmo ano em que Fernando assinou com a McLaren e começou a enfrentar problemas até mesmo para conseguir pontuar. Enquanto o espanhol tinha nas mãos um carro pouco competitivo e com pouca confiabilidade, Max começou a crescer e já conquistou cinco vitórias com apenas 21 anos.
Fernando Alonso (Foto: McLaren)
Pensando nisso, o holandês admitiu que gostaria de ter brigado mais diretamente contra o bicampeão. “É uma pena que eu nunca tenha realmente corrido com ele. Claro que ele esteva na F1 quando eu também estava, mas nunca tive uma briga contra ele, pois sempre estava no fundo do pelotão por conta dos problemas que tinha. Então isso é algo que eu lamento", falou.
 
“Corri com Seb [Vettel], com Lewis [Hamilton], e tem sido muito legal. Mas nunca com Fernando, e quando relembro do tempo que assistia corridas na TV, ele era quem brigava com todos. Quer dizer, é claro que eu corri com ele, mas nunca tive uma boa briga contra ele, o que é uma pena”, continuou.
 
O futuro de Alonso ainda não é totalmente conhecido. Até o momento, sabe-se que o espanhol vai terminar a supertemporada do WEC com a Toyota, vai ter sua segunda participação nas 500 Milhas de Indianápolis e também vai disputar as 24 Horas de Daytona.