Verstappen lidera sexta-feira, Ricciardo surpreende e Ferrari dá vexame na Bélgica

Quem esperava a Mercedes fazer nova dobradinha em Spa-Francorchamps viu Max Verstappen ser o mais rápido do segundo treino livre e da sexta-feira como um todo. Daniel Ricciardo colocou a Renault em segundo. Já a Ferrari foi superada até pela Alfa Romeo e andou no mesmo ritmo da Williams

Max Verstappen terminou a sexta-feira (28) que abriu o fim de semana do GP da Bélgica de Fórmula 1 como o mais rápido dos treinos livres do dia. De nacionalidade holandesa, mas nascido em Hesselt, na Bélgica, o piloto da Red Bull registrou 1min43s744 como volta mais rápida na segunda sessão, tempo registrado com pneus macios. A grande surpresa da tarde em Spa-Francorchamps foi a presença de Daniel Ricciardo, da Renault, na segunda colocação. O australiano ficou a apenas 0s048 do tempo marcado por Verstappen, mas sofreu um revés no fim em razão de um problema no carro aurinegro.

A melhor Mercedes foi a de Lewis Hamilton, terceiro na tabela de tempos. O hexacampeão do mundo e líder do campeonato foi somente 0s096 mais lento que Verstappen. O britânico foi seguido pela Red Bull de Alexander Albon, enquanto Valtteri Bottas, que liderou a sessão da manhã, foi somente o sexto lugar. Lando Norris, da McLaren, completou em sétimo, seguido pela Renault de Esteban Ocon, a McLaren de Carlos Sainz e a AlphaTauri de Pierre Gasly.

A Ferrari foi novamente muito mal em Spa-Francorchamps. Se no ano passado a equipe italiana dominou os trabalhos na Bélgica, em 2020 tem a perspectiva de amargar um vexame histórico. No segundo treino livre, Charles Leclerc, vencedor em 2019, foi superado pelas Alfa Romeo de Antonio Giovinazzi e Kimi Räikkönen e foi só o 15º. Sebastian Vettel foi ainda pior e terminou em 17º, entre as Williams de George Russell e Nicholas Latifi.

F1; FÓRMULA 1; GP DA BÉLGICA; MAX VERSTAPPEN; RED BULL; SEXTA-FEIRA
Max Verstappen foi o mais rápido desta sexta-feira de treinos na Bélgica (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

A Fórmula 1 volta a acelerar neste sábado a partir de 7h (de Brasília) com a disputa do terceiro treino livre, enquanto a definição do grid de largada do GP da Bélgica está marcada para 10h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Saiba como foi o treino livre 2 do GP da Bélgica

Depois da chuva que chegou a dar as caras no treino livre da Fórmula 2 e na sessão classificatória da Fórmula 3, Spa-Francorchamps abriu o TL2 do GP da Bélgica de F1 com a pista seca. Mas, como sempre é na região do circuito, qualquer prognóstico climático é bastante imprevisível.

A sessão começou basicamente sem ação na pista. Só depois de 11 minutos é que o primeiro carro foi à pista: Antonio Giovinazzi, que não registrou tempo pela manhã. O italiano foi seguido pelo seu companheiro de equipe na Alfa Romeo, Kimi Räikkönen, e pela Renault de Esteban Ocon.

Com 20 minutos de treino, o mais rápido era Alexander Albon, com 1min45s212 registrado com pneus médios. Mas a presença do anglo-tailandês da Red Bull na ponta durou só até que as Mercedes fizessem suas primeiras voltas rápidas. Foi aí que Valtteri Bottas, o mais rápido da manhã, virou 1min44s658, também com médios.

F1; FÓRMULA 1; F1 2020; SERGIO PÉREZ; RACING POINT; GP DA BÉLGICA; SEXTA-FEIRA;
Sergio Pérez em uma Spa-Francorchamps com o habitual céu nublado nesta sexta-feira (Foto: Racing Point)

Com pneus duros, Lewis Hamilton passou em terceiro, 0s482 atrás do finlandês e sendo superado também pela Racing Point de Sergio Pérez.

Em seguida, Max Verstappen mostrou, assim como aconteceu pela manhã, o quão forte está no segundo setor e conseguiu bater o tempo de Bottas em 0s304 para assumir a liderança do treino. Na sequência, Hamilton melhorou sua marca, ainda no stint com pneus duros, e subiu para segundo, à frente de Valtteri e das Racing Point de Lance Stroll e Pérez.

Perto do fim da primeira metade do treino, as equipes mandaram seus pilotos de volta à pista, mas com pneus macios. A dupla da Mercedes abriu primeiro suas voltas rápidas. Bottas marcou 1min44s162 e tomou a ponta provisoriamente, mas foi batido em 0s322 por Hamilton, que registrou 1min43s840.

F1; FÓRMULA 1; F1 2020; VALTTERI BOTTAS; MERCEDES; GP DA BÉLGICA; TREINO LIVRE 2;
Valtteri Bottas nesta sexta-feira de treinos livres do GP da Bélgica (Foto: Pirelli)

A volta de Bottas não foi boa, e prova disso é que o finlandês foi superado até pela Red Bull de Albon. O dono do carro #23 virou 1min44s134. Em seguida, Pérez subiu novamente para terceiro lugar, deixando Valtteri em quarto.

Até que Verstappen, com os macios, surpreendeu ao deixar todo mundo para trás. O holandês cravou 1min43s744 para assumir a liderança da sessão. E surpresa maior ainda foi o tempo anotado por Daniel Ricciardo. O australiano foi somente 0s048 mais lento que o piloto da Red Bull e colocou a Renault #3 em segundo. Max, Verstappen e Hamilton estavam separados por menos de 0s1.

F1; FÓRMULA 1; DANIEL RICCIARDO; RENAULT; GP DA BÉLGICA, TREINO LIVRE 1;
Daniel Ricciardo surpreendeu ao colocar a Renault em segundo no treino da tarde em Spa (Foto: Renault)

E a Ferrari? Charles Leclerc e Sebastian Vettel repetiam a performance sofrível da manhã. O monegasco vinha somente em 14º lugar, atrás até da Alfa Romeo de Giovinazzi. E o tetracampeão estava entre as Williams de George Russell e Nicholas Latifi. Nas câmeras onboard, era possível ver os dois pilotos da equipe de Maranello lutando muito para pilotar a SF1000.

Já nos minutos finais da sessão, a Haas conseguiu deixar os carros prontos para Romain Grosjean e Kevin Magnussen completar as primeiras voltas rápidas do dia. Os dois pilotos enfrentaram problemas no motor pela manhã e ficaram sem tempos registrados, mas tiveram a oportunidade de ganhar um pouco de quilometragem neste dia que abriu os trabalhos em Spa-Francorchamps.

O dia da Renault parecia bom demais para ser verdade. Até que Ricciardo teve de encostar no gramado ao lado da reta Kemmel com problemas no carro. A direção de prova teve de acionar o safety-car virtual para remover o bólido.

Com 13 minutos para o fim do treino, a direção de prova acionou bandeira vermelha. Mas a causa não foi nenhum acidente em específico, mas sim um pedaço da placa de patrocínio que se soltou e caiu na pista na descida da curva 1. O incidente foi no local da batida de Giuliano Alesi no treino livre da Fórmula 2, horas atrás.

A sessão foi retomada com poucos minutos para o fim. Não houve lá muito tempo para mudanças de posição. De forma que Verstappen fechou o dia como o mais rápido, Ricciardo como a maior surpresa e a Ferrari simplesmente desastrosa no lendário circuito belga.

Fórmula 1 2020, GP da Bélgica, Spa-Francorchamps, treino livre 2:

1M VERSTAPPENRed Bull Honda1:43.744 21
2D RICCIARDORenault1:43.792+0.04812
3L HAMILTONMercedes1:43.840+0.09623
4A ALBONRed Bull Honda1:44.134+0.39021
5S PÉREZRacing Point Mercedes1:44.137+0.39323
6V BOTTASMercedes1:44.162+0.41827
7L NORRISMcLaren Renault1:44.168+0.42422
8E OCONRenault1:44.208+0.46423
9C SAINZ JRMcLaren Renault1:44.474+0.73023
10P GASLYAlphaTauri Honda1:44.600+0.85627
11L STROLLRacing Point Mercedes1:44.678+0.93423
12D KVYATAlphaTauri Honda1:44.826+1.08226
13A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari1:44.861+1.11729
14K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:44.890+1.14623
15C LECLERCFerrari1:45.440+1.69619
16G RUSSELLWilliams Mercedes1:45.463+1.71925
17S VETTELFerrari1:45.683+1.93921
18N LATIFIWilliams Mercedes1:45.774+2.03026
19R GROSJEANHaas Ferrari1:45.834+2.09012
20K MAGNUSSENHaas Ferrari1:46.242+2.49812
  Tempo 107%1:51.006+7.262 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube