F1

Verstappen minimiza preocupação com ritmo de Ferrari e Mercedes em Barcelona: “Sempre vão ser rápidos”

Max Verstappen está otimista com a Red Bull para a temporada 2019. O holandês afirmou ter ficado feliz com o trabalho da equipe até o momento, minimizando o bom ritmo apresentado pela Ferrari e Mercedes durante a pré-temporada em Barcelona
Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Max Verstappen mostrou confiança com a Red Bull para 2019. Após as duas sessões de testes pré-temporada em Barcelona, o holandês falou não estar muito preocupado com a velocidade mostrada pela Ferrari e Mercedes.
 
No dia final de atividades no circuito catalão, Sebastian Vettel cravou a marca de 1min16s221, colocando a equipe italiana na ponta e fazendo o tempo mais veloz da pré-temporada. Mas a escuderia alemã não ficou tão atrás, com Lewis Hamilton anotando apenas 0s003 de desvantagem.
 
Entretanto, mesmo com a superioridade das equipes, o #33 não mostrou grande preocupação. “Eles sempre vão ser rápidos. É sempre difícil dizer se não fizemos voltas como eles, mas não estou muito preocupado sobre isso”, pontuou.
 
“Eles são muito rápidos, mas estou feliz com o que fizemos até agora. O ritmo de corrida é promissor, mas Melbourne é um traçado diferente, com diferentes temperaturas, então vai ser sobre encontrar um bom ajuste”, seguiu.
Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Verstappen foi questionado se acredita que a Red Bull vai brigar pela vitória na Austrália, primeira etapa do ano, e respondeu que “vamos ver no domingo. Espero que no domingo consigamos.”
 
“Se olhar para as simulações de corrida, parece bastante promissor, então, sim, estou ansioso para começar a correr. Acredito que temos um bom pacote, e também o motor parece trabalhar muito bem. Então estou realmente feliz sobre isso”, continuou.
 
Por fim, o holandês mostrou bastante animação com a Honda, nova fornecedora de motores da Red Bull, ressaltando o bom trabalho feito em conjunto com a fábrica japonesa. “É sempre um ponto de interrogação para muitas pessoas como vai ser o desempenho”, disse.
 
“Mas o que vimos no teste do dinamômetro e novamente aqui na pista, é bastante confiável e fiz exatamente o que queria. Então estou muito feliz com isso. Em Melbourne vamos ver onde estamos. Vamos seguir o trabalho duro para melhorar como todos os outros, mas até o momento não tenho muito do que reclamar”, encerrou.