Verstappen minimiza pressão antes de vitória em Barcelona: “Consegui transformar em algo positivo”

Max Verstappen acredita que a pressão não afetou sua pressão para o marcante GP da Espanha, onde conseguiu um triunfo inesperado. De acordo com o holandês, o diferencial foi transformar a exigência de bons resultados em “algo positivo”

Max Verstappen precisou lidar com a pressão antes de conseguir uma impensável vitória no GP da Espanha, logo em sua primeira prova com a Red Bull. O holandês havia sido convocado às pressas para substituir o rebaixado Daniil Kvyat.
 
Verstappen, todavia, descarta que a pressão tenha afetado seu desempenho em Barcelona. O novo piloto da Red Bull inclusive acredita que o que fez a diferença na grande vitória foi aprender a transformar o ambiente hostil da F1 em “algo positivo”.
 
“Todos pilotos sofrem pressão, mas eu consegui transformar isso em algo positivo. Você só consegue sucesso se estiver feliz”, avaliou Verstappen.
Max Verstappen e sua vitória surpreendente (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Se a pressão não é um problema, a adaptação ao RB12 é. Max explicou que, mesmo se saindo bem em Barcelona, ainda não está plenamente acostumado com o carro. Mais quilometragem em Mônaco será importante. “Ainda estou me acostumando com o carro, ainda posso melhorar. Nos testes eu aprendi algumas coisas muito importantes”, avaliou.
 
Verstappen também entrou na história por ser o primeiro holandês a triunfar na F1. A vitória garantiu reações mais explosivas entre seus conterrâneos. Mas ainda é cedo para falar sobre os efeitos do prodígio em terras neerlandesas.
 
“Ser o primeiro vencedor holandês da F1 é bem legal. Posso dizer que sou o mais novo e o mais velho. Depois disso ainda não passei muito tempo na Holanda, mas tomara que dê para ver mais fãs holandeses nas corridas”, seguiu.
 
Em Mônaco, pista que exige menos dos motores, Verstappen até pode sonhar com outro bom resultado. Mas dessa vez será mais difícil bater o companheiro Daniel Ricciardo: o australiano foi agraciado com uma nova versão do motor Renault.
PADDOCK GP #30 DEBATE INDY, F-E E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube