F1

Verstappen puxa dobradinha da Red Bull em primeiro treino livre encurtado após tempestade na Malásia

A Red Bull fez bonito na chuva. E colocou Max Verstappen e Daniel Ricciardo nas primeiras colocações da tabela de tempos do primeiro treino livre, que teve duração reduzida por conta de uma tempestade que atingiu a pista de Sepang, na Malásia, nesta sexta-feira (28). Líder do campeonato, Lewis Hamilton ficou longe dos ponteiros

Warm Up / EVELYN GUIMARÃES, de Curitiba

A Red Bull se colocou como mais veloz no treino livre que abriu as atividades da F1 na Malásia. Em uma sessão encurtada depois de uma tempestade em Sepang, Max Verstappen não precisou de muito tempo para estabelecer a melhor volta no momento em que a chuva começou a dar uma trégua aos malaios. O companheiro Daniel Ricciardo surgiu logo atrás. Mas ainda longe do holandês: quase 0s8 de diferença. Quem também aproveitou a melhora nas condições do asfalto foi a Fernando Alonso. O espanhol deixou para sair no fim e cravou o terceiro tempo, seguido das duas Ferrari de Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen. Líder do Mundial. Lewis Hamilton terminou em sexto, enquanto Felipe Massa, com problema hidráulico no carro da Williams, sequer registrou tempo.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da F1 na Malásia AO VIVO e em TEMPO REAL, com livetiming e gráfico interativo.
Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Confira como foi o primeiro treino livre da F1 na Malásia
 
O início da sexta-feira (28) em Kuala Lumpur já se desenhava caótica. O dia amanheceu bastante chuvoso e essa condição foi só piorando ao longo das primeiras horas da manhã. E poucos minutos antes do começo da primeira sessão, uma tempestade desabou sob a pista, o que forçou a direção de prova da F1 adiar o início dos trabalhos, embora o cronômetro do treino tenha sido disparado assim que bateu 11h (locais), 0h (de Brasília). 
 
Aí o que se viu nos primeiros momentos foi uma repetição do que já acontecera em Monza. Ou seja, pilotos brincando e tentando se distrair nos boxes, enquanto coube ao carro de segurança avaliar as condições do asfalto. O safety-car saiu duas vezes para a verificação do traçado e, com uma sensível melhora, a sessão teve início às 11h30 (locais), 0h30 no Brasil.
O safety-car trabalhou muito neste início de dia em Sepang (Foto: Reprodução/TV)

E o primeiro treino livre ainda viu nomes diferentes na tabela:  Pierre Gasly assumiu a vaga de Daniil Kvyat - o francês, na verdade, vai defender a Toro Rosso no fim de semana inteiro. Ainda falando da equipe de Faenza, Carlos Sainz também ficou de fora deste TL1 ao ceder espaço a Sean Gelael. Líder da F2, Charles Leclerc, por sua vez, obteve mais uma chance na Sauber, substituindo Marcus Ericsson, enquanto na Haas, o dinamarquês Kevin Magnussen deixou Antonio Giovinazzi guiar seu carro. Por fim, a Renault colocou Sergey Sirotkin para andar no lugar de Nico Hülkenberg.
 
Dito isso, a sessão inicial da etapa malaia teve início com 30 minutos de atraso. E os primeiros carros que ganharam o asfalto foram as duas Ferrari e a McLaren de Fernando Alonso – devidamente equipada com o Halo. O trio optou pelos pneus para piso muito molhado – os de risca azul. Como sempre acontece, as primeiras voltas foram dedicadas apenas às verificações de sistema e de avaliação do traçado. 

E neste início, a Mercedes, a Red Bull e a Force India foram as únicas equipes que não enviaram seus pilotos. A verdade é que, devido às poucas condições do asfalto, muita gente preferiu adiar o começo dos trabalhos, na esperança de uma trégua dos céus malaios. 
Daniel Ricciardo foi o primeiro a abrir volta rápida em Sepang (Foto: Reprodução/Twitter)
Mas aí a chuva, de fato, deu uma trégua quando a sessão já se aproximava da uma hora. Primeiro, os carros da Force India saíram, usando os compostos intermediários. Daniel Ricciardo seguiu minutos depois, também utilizando os verdes. Aí foi a vez de Sebastian Vettel. Ainda assim, nenhum tempo foi registrado nesta fase do treino. 

<

Só que não demorou e muita gente decidiu que já era hora de trabalhar. Assim, Ricciardo foi o primeiro a abrir a tabela. O australiano virou em sua primeira volta cronometrada a marca de 1min55s601. Minutos mais tarde, quando a sessão já entrava na meia hora final, Vettel surgiu com 1min54s463, logo à frente de Kimi Räikkönen. E foi nesta fase que o líder do campeonato, Lewis Hamilton, também decidiu deixar os pits.

O inglês surgiu 2s mais lento em seu primeiro giro, ao mesmo tempo em que Ricciardo retomava a ponta, andando em 1min53s103. Mas aí Max Verstappen se colocou melhor, andando já em 1min51s201. A lista ainda tinha: Ricciardo, Vettel, Räikkönen, Hamilton, Valtteri Bottas, Esteban Ocon, Sirotkin, Lance Stroll, Romain Grosjean e Pascal Wehrlein. 

A pista, apesar de bastante encharcada em alguns pontos, já dava condições de certa melhora nos tempos. E muita gente foi aproveitando para testar os pneus intermediários também em um ensaio de classificação. Tanto é assim que, com 20 minutos para o fim, Ricciardo voltou à liderança ao cravar 1min51s194 – apenas 0s007 mais veloz que o companheiro de equipe. Nesta parte da sessão, somente Alonso, com problemas mecânicos, e Felipe Massa vinham ainda sem tempo.

Nos dez minutos finais, Ricciardo ainda baixou um pouco mais sua marca, deixando evidente uma condição melhor do asfalto. O australiano surgiu com 1min49s719, sendo 0s7 mais rápido que Verstappen. Bottas figurava em terceiro. Mas aí o jovem holandês passou mais de 0s7 melhor que o colega de Red Bull para assumir a ponta. Ao mesmo tempo, Hamilton se colocou em terceiro. Mas ficou pouco por lá, sendo ultrapassado por Fernando Alonso. Aí, nos últimos instantes, a Ferrari conseguiu se colocar ali no top-5 com Sebastian Vettel à frente de Kimi Räikkönen.

A F1 volta logo mais, a partir das 4h (de Brasília), para a segunda sessão de treinos livres.

F1 2017, GP da Malásia, Sepang, TL1, final:

1   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer 1:48.962   11
2   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer 1:49.719 +0.757 12
3   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Honda 1:50.597 +1.635 6
4   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari 1:50.734 +1.772 12
5   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari 1:51.009 +2.047 12
6   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:51.518 +2.556 8
7   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes 1:52.007 +3.045 10
8   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes 1:52.295 +3.333 8
9   10 Pierre GASLY FRA Toro Rosso Renault 1:52.380 +3.418 14
10   46 Sergey SIROTKIN RUS Renault 1:53.521 +4.559 10
11   30 Jolyon PALMER ING Renault 1:53.625 +4.663 10
12   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Honda 1:53.771 +4.809 10
13   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:53.896 +4.934 6
14   38 Sean GELAEL INA Toro Rosso Renault 1:54.610 +5.648 13
15   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes 1:54.669 +5.707 4
16   37 Charles LECLERC MON Sauber Ferrari 1:55.280 +6.318 10
17   94 Pascal WEHRLEIN ALE Sauber Ferrari 1:55.652 +6.690 10
18   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari 1:56.211 +7.249 8
19   50 Antonio GIOVINAZZI ITA Haas Ferrari 1:56.339 +7.377 6
20   19 Felipe MASSA BRA Williams Mercedes     3
          Tempo 107% 1:56.589 +7.627  
                 
Recorde Fernando ALONSO ESP Renault 1:32.582 19/03/2005  
Melhor volta Juan Pablo MONTOYA COL Williams BMW 1:34.223 21/03/2004  
 
TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO