Verstappen ri de acusação de Maldonado depois de briga no GP da Áustria: “É bem engraçado que ele tenha dito isso”

Pastor Maldonado disse que Max Verstappen não respeitou as regras no duelo que os dois protagonizaram no GP da Áustria. O holandês deu risada da acusação

Max Verstappen nem deu bola para a acusação de Pastor Maldonado depois do GP da Áustria do último domingo (21), em que o venezuelano ganhou nas voltas finais a sétima posição.
 
Maldonado disse após a prova que o adversário não respeitou as regras na disputa. Em certo momento, o piloto da Lotus precisou desviar bruscamente na reta dos boxes e quase rodou em alta velocidade.

“Ele foi um pouco… Não digo agressivo, mas ele não respeitou as regras. Você precisa deixar espaço para o outro carro, e ele não estava respeitando isso", reclamou Maldonado.

Verstappen não deu bola para as reclamações de Pastor Maldonado (Foto: AP)
Mas Verstappen, o mais jovem piloto da história da F1, deu de ombros. “É bem engraçado que o Pastor tenha dito isso. É a única coisa que tenho para falar, que é bem engraçado”, ironizou.
 
“Eu não levo muito a sério. Estou me divertindo, tentando defender minha posição, e ele faria exatamente a mesma coisa”, completou.
 
Há um mês, em Mônaco, Verstappen acertou a traseira de Romain Grosjean e ganhou uma punição de cinco posições no grid de largada do GP do Canadá. O episódio rendeu críticas de pilotos mais experientes, como o próprio Grosjean, Felipe Massa e Jenson Button. Até o pai de Verstappen, o ex-piloto Jos, entrou na discussão.
 
O novato da Toro Rosso está em 14º no campeonato com 10 pontos, só dois a menos que Maldonado. Max foi sétimo na Malásia e oitavo na Áustria.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube