Verstappen vê manobra sobre Hamilton no Bahrein como “nada louca” e reflete: “É fácil culpar o mais jovem”

Max Verstappen danificou o carro e abandonou no Bahrein, mas não se arrepende de tentar passar Lewis Hamilton. O holandês acredita que “tinha uma chance clara” e que “não fez algo errado” ao busca a ultrapassagem sobre o britânico

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Max Verstappen teve um fim de semana difícil no Bahrein – depois de bater na classificação, o holandês danificou o carro enquanto tentava ultrapassar Lewis Hamilton e abandonou após meras quatro voltas. Já na China para a terceira etapa da temporada 2018 da F1, Max se defende: não houve nada de errado na tentativa de passar Lewis em Sakhir.
 
“Corridas são assim. Algumas vezes funciona, outras vezes não”, disse Verstappen, perguntado na entrevista coletiva da F1 em Xangai. “Podem falar o que quiserem, mas acho que tinha uma chance clara ali. Não foi nada louco ou arriscado, mas não deu certo. Eu olho para o México ano passado, e lá deu certo. Dessa vez acho que a gente não se deu espaço suficiente. Mas é como eu disse, existem as vezes boas e as vezes ruins”, refletiu.
 
Na ocasião, Verstappen mergulhou na curva 1 de Sakhir e tentou tirar o espaço de Hamilton. O problema é que o holandês espremeu demais o britânico e acabou tocando o pneu traseiro esquerdo na Mercedes. Foi suficiente para gerar um furo e causar danos terminais no RB14.
Max Verstappen tocou Lewis Hamilton e precisou abandonar (Foto: Mercedes)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“É fácil culpar o piloto mais jovem”, falou. “Não vou [mudar meu estilo], só se for muito necessário. Mas qual o motivo para mudar algo? Não acho que fiz algo errado. Eu tentei ultrapassar um carro, vi uma chance clara e fui. Da mesma forma que deu certo no México ano passado, podia dar errado para mim ou outros caras. É uma corrida, é muito simples. Não entendo essa atenção toda para isso, é uma coisa que acontece”, continuou.
 
Posto de lado o incidente com Hamilton, Verstappen pensa em reagir na temporada 2018. Com um abandono e um sexto lugar na conta, o jovem piloto conta com um bom fim de semana da Red Bull para ensaiar uma reação no Mundial de Pilotos. Para isso, é importante evitar dramas parecidos com os do Bahrein.
 
“A gente sabe que está um pouco atrás nas classificações por conta da velocidade máxima do motor. Ajuda quando as coisas ficam calmas na corrida, e eu estava muito confiante de que iria ganhar muitas posições porque o carro simplesmente era possível de ir ao pódio. Fico ansioso para recomeçar aqui porque temos um conjunto muito bom e várias coisas promissoras sendo preparadas”, encerrou.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP da China, terceira etapa da temporada 2018 do Mundial de F1.
 

”O IMPORTANTE NÃO É SÓ LEVAR DINHEIRO”

SETTE CÂMARA TRAÇA F1 COMO META E MIRA CARREIRA SÓLIDA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube