F1

Vettel admite que Ferrari não é carro mais rápido no Canadá e cita “diferença razoável para a Mercedes”

Dono do segundo tempo do dia, Sebastian Vettel reconheceu que a Ferrari não é o carro mais rápido no Canadá. O #5 admitiu que existe uma diferença grande em relação a Mercedes

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Sebastian Vettel admitiu que a Ferrari não é a equipe mais rápida após o primeiro dia de treinos para o GP do Canadá. Apesar de o time de Maranello ter fechado a sexta-feira (7) com uma dobradinha, o #5 considera que “ainda existe uma diferença razoável para a Mercedes”. 
 
Neste primeiro dia de treinos em Montreal, Vettel cravou 1min12s251 e ficou com o segundo tempo, com 0s074 de atraso para Charles Leclerc, o líder. Melhor Mercedes, Valtteri Bottas ficou em terceiro, 0s134 mais lento que o ponteiro.
 
“Nós não somos os mais rápidos”, disse Vettel. “Sei que, em termos de resultado, se você olhar para a performance de uma volta, talvez pareça nesta tarde, mas acho que ainda existe uma diferença razoável para a Mercedes”, seguiu.
Sebastian Vettel reconheceu que a Ferrari está atrás da Mercedes no Canadá (Foto: AFP)
Paddockast #21
A primeira vez a gente nunca esquece: as vitórias dos maiores nomes do esporte



“Obviamente, hoje não foi a sessão mais transparente com outras pessoas tendo problemas”, apontou. “Além disso, o carro ainda não está do jeito que eu quero, então temos algumas, eu não diria cartas na manga, mas algumas coisas que queremos tentar e aprontar, então vamos ver”, comentou.
 
Ainda, Sebastian reconheceu que os pneus terão um papel decisivo no fim de semana, já que muitos pilotos sofreram com o desgaste nas temperaturas da tarde. A expectativa é de mais calor para o domingo.
 
“Foi uma sessão interessante. Obviamente, estava bem escorregadio e bem sujo no começo, mas acho que a pista vai melhorar ao longo do fim de semana, então a chave será acompanhar a pista”, comentou Seb. “Vamos ver. Não foi um grande dia em termos de pneus, porque eles não duraram muito, mas vamos ver o que podemos fazer amanhã”, continuou.
 
“No geral, acho que não foi tão mal, mas nós, certamente, precisamos melhorar se quisermos colocar o carro em uma posição muito boa para a corrida de domingo”, alertou. “Vamos ver o que acontece amanhã na classificação e a estratégia que todo mundo vai escolher para a corrida”, concluiu.

GRANDE PRÊMIO acompanha todos os treinos livres, a classificação e o GP do Canadá de Fórmula 1 AO VIVO e em TEMPO REAL.


 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.