Vettel afirma que liderança do campeonato não muda foco da Red Bull nas últimas etapas

O atual bicampeão da F1 disse que continua focado em conquistar o melhor resultado possível nas próximas etapas. Apesar disso, o piloto reconheceu que fica mais tranquilo por ter ganhado os últimos títulos

Finalmente líder da temporada 2012 da F1, Sebastian Vettel afirmou que nada mudou com relação às últimas etapas. Apesar da vantagem de seis pontos para Fernando Alonso na classificação, o alemão disse que continua focado em conquistar o melhor resultado possível nas próximas corridas, independentemente dos resultados do adversário.

“Essa é uma posição melhor se comparado a que eu estava três ou quatro corridas atrás”, disse o piloto. “Nós vamos tentar fazer o nosso melhor nas próximas corridas para nos certificar de que continuaremos na briga, mas em termos de abordagem nada mudou. Serão corridas extremamente importantes. Precisamos tentar fazer o nosso melhor e ver o que acontece a partir daí”, declarou.

Com as três vitórias consecutivas, o piloto da Red Bull assumiu a liderança do Mundial, com 215 pontos, seis a mais que Fernando Alonso. O espanhol havia comandado o campeonato desde o GP da Europa, em junho, mas acabou superado principalmente por causa dos abandonos na Bélgica e no Japão.

Vettel disse que continua focado em conquistar o melhor resultado possível (Foto: Red Bull/Getty Images)

Apesar de ter retornado ao topo da tabela, o atual bicampeão disse que assim que entra no carro não fica mais pensando no campeonato. Pelo contrário, o germânico explicou que passa a mentalizar apenas o começo da corrida  sem se preocupar em como isso pode afetar a posição que ocupa na tabela de pontos.

“Eu não fico pensando muito quando estou no grid esperando a largada. Não importa, em certo momento, em que posição você está no campeonato. Isso é algo que você tem na cabeça e sabe, mas eu acho que o mais importante é ter uma boa largada e fazer uma boa corrida”, disse.

No entanto, o piloto reconheceu que a tabela de pontos acaba refletindo durante a prova, já que por liderar o campeonato pode administrar a vantagem para os demais. “Se você está em uma posição em que precisa marcar pontos, então precisa se certificar de que vai terminar na frente de todo mundo ou ao menos do seu adversário. Se você está na outra posição, você pode administrar aqui e ali e não correr riscos”, analisou.

“Nós estamos em uma boa posição, mas não em uma que podemos folgar. É por isso que eu continuo focado e nós estamos trabalhando ao máximo para garantir que continuamos na frente. Esse é o desafio que temos. Quando começamos a pensar muito, isso não é bom”, completou o piloto da Red Bull, focado em um bom resultado nas próximas etapas.

Faltando apenas quatro corridas e com seis pontos separando os primeiros colocados na tabela de pontos, Vettel disse que ter vencido os últimos títulos da F1 serve para tirar a pressão de 2012. “Eu acho que isso ajuda. Vencer o primeiro campeonato foi meu primeiro alívio. Meu principal objetivo sempre foi ser campeão mundial, e ter feito isso é uma grande sensação”, disse.

Apesar disso, o alemão afirmou que não pode se acomodar com as últimas conquistas e por isso sempre exige de si próprio um bom resultado. “É preciso encarar como se começasse tudo do zero novamente e você não tem vantagem por ter acabado de vencer a última corrida ou o último campeonato. Eu tenho que provar a mim mesmo que sou o bastante para fazer isso”, disse.

Vettel, por fim, explicou que a experiência ajuda decidir o que fazer em determinado momento das corridas, mas não significa garantia de vitória. O piloto da Red Bull disse, ainda, que cometeu alguns erros em 2012, mas eles têm acontecido menos que nos últimos campeonatos.

“Ajuda ter mais e mais corridas, mas isso não significa que você nunca vai cometer um erro novamente. Nós ainda vamos errar. Eu cometi alguns este ano, mas a coisa mais importante é que não aconteceu mais do que uma vez. Sempre há espaço para melhorar, não importa quantas corridas você tenha, mas com certeza ter experiência sempre ajuda”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube