F1

Vettel coloca ordem na casa e lidera sexta-feira de treinos livres na Bélgica. Massa termina em 4°

Sebastian Vettel colocou ordem na lojinha no segundo treino livre e foi o mais rápido do dia nesta sexta-feira (23) em Spa-Francorchamps, palco do início da segunda fase da temporada 2013 da F1
Warm Up / EVELYN GUIMARÃES, de São Paulo


É, mesmo após as férias, a F1 permanece no comando de uma única pessoa. Sebastian Vettel não enfrentou problemas para cravar a melhor marca da sexta-feira (23) de treinos livres em Spa-Francorchamps. Com pista seca e tempo estável, o alemão da Red Bull foi o mais rápido nas atividades vespertinas, liderando uma dobradinha da equipe austríaca, que aparenta estar mais forte do nunca para essa segunda fase de temporada e azar dos rivais. E nem um suspeito pneu furado, já na parte final do treinamento, conseguiu segurar o rapaz, que permanece quase imbatível.
Toda a concentração de Sebastian Vettel (Foto: Getty Images)

Saiba como foi o segundo treino livre da F1 na Bélgica nesta sexta-feira

Foi com sol e céu azul que o segundo treino livre da F1 teve início na tarde desta sexta-feira (23) em Spa-Francorchamps, em grande contraste com o que se tinha pela manhã, com o tempo nublado e frio, período em que Fernando Alonso colocou a Ferrari na frente. E os primeiros carros na pista foram os de Esteban Gutiérrez, Jenson Button, Kimi Räikkönen e Nico Hülkenberg, para aplausos de um grande público espalhado pela floresta da Ardennes.

Desta vez, entretanto, nada de voltas de instalação, especialmente entre os pilotos da Sauber. Tanto que Hülkenberg foi quem abriu o cronômetro, com 1min57s594. Logo Gutiérrez surgiu com 1min52s594 e pulou para a ponta. E aí veio Daniel Ricciardo, já virando na casa de 1min52s558, para logo em seguida, Paul di Resta ocupar a liderança, pouco antes de Pastor Maldonado aparecer com 1min52s104.

E o primeiro a ultrapassar a barreira de 1min52s foi Felipe Massa. O brasileiro colocou a Ferrari na frente com 1min51s699, apenas em sua terceira volta rápida. Porém, a marca foi superada na sequência por Alonso, com 1min51s645, que, por sua vez, viu o primeiro posto da tabela ir parar nas mãos rápidas de Mark Webber.

Com uma volta em 1min51s317, o australiano da Red Bull pulou para a ponta. Mas as coisas continuavam indefinidas lá na frente. E Massa, com um tempo 0s190 mais rápido que Webber, retomou a liderança um minuto depois. Mas aí foi a vez de Sebastian Vettel. O líder do campeonato alcançou o primeiro lugar ao superar o registro de 1min51s.
Felipe Massa chegou a liderar, mas terminou em quarto (Foto: Getty Images)

O alemão, em volta limpa, obteve 1min50s867 e lá foi para a ponta, tendo Massa e Alonso na cola, em segundo e terceiro, respectivamente. Webber, Adrian Sutil, Nico Rosberg, Jean-Éric Vergne, Valterri Bottas, Maldonado e Räikkönen completavam o top-10. Todos com os pneus duros nestes primeiros minutos de atividades.

Com a pista seca e em perfeitas condições, todo mundo aproveitou para percorrer muitas voltas neste início de segundo treino. Um exemplo foi Vettel, que imprimiu, inclusive, um ritmo bastante forte, baixando suas marcas a cada giro. Curiosidade do dia é que os atuais líderes estão com um bico diferente e novas asas para etapa belga. Quando decidiu ir aos boxes, Seb já tinha 1min50s555. Massa seguiu o protocolo do rival germânico e também ficou mais tempo na pista.

Aí Lewis Hamilton veio para a pista. Cravou o quarto tempo, mas teve de lidar com uma escapada na curva 9, sem danos, porém. Depois de uma breve pausa, Ricciardo decidiu testar os compostos médios. O australiano da Toro Rosso foi o primeiro a sair com os pneus cinzas. E virou o sétimo tempo em sua primeira tentativa. Em seguida, Romain Grosjean também trocou para os médios. Webber e Jules Bianchi seguiram o francês.
Lewis Hamilton não teve vida fácil em Spa nesta sexta-feira  (Foto: Getty Images)

E a decisão de usar os pneus médios se mostrou acertada. O veterano saltou para a ponta com 1min49s390, após três voltas com os compostos de marca cinza. E quem também seguiu Mark foi Vettel. O tricampeão logo já estava voando pelo traçado belga calçado com os médios. Até obter 1min49s331 e tomar para si o posto de honra da tabela. Rosberg surgiu bem na sequência com o terceiro tempo, à frente de Massa e Alonso. Hamilton, Sutil, Ricciardo, Button e Pérez fechavam os dez mais rápidos.

Enquanto isso, Massa tentava domar uma difícil F138, que saía excessivamente de traseira. Na Lotus, o treino corria sem os mesmos problemas da manhã. Por isso, Grosjean conseguiu se colocar em um forte terceiro lugar, seguido de Räikkönen. Ambos à frente da Mercedes de Nico Rosberg e da surpreendente McLaren de Sergio Pérez. Alonso era só o sétimo, mais ainda com pneus duros, enquanto Massa vinha em oitavo. Hamilton e Sutil surgiam em seguida. Adrian também andava com os compostos de marca laranja em trabalho de acertar o carro indiano para a corrida.

Apesar da intensa movimentação na pista, Maldonado conseguiu uma volta limpa para cravar o oitavo tempo, se posicionando à frente dos carros ferraristas, que, enfim, decidiram pelos pneus médios. Hamilton também melhorava, enquanto Pérez pulava para quinto. Muita gente nesta altura do treino andava com tanque cheio em longos stints, claramente pensando nas estratégias para a prova de domingo. Massa foi o primeiro na equipe italiana a virar tempo com os compostos de cor cinza. E logo virou a quarta melhor marca, mas oito décimos mais lento que Vettel.

Enquanto isso, Alonso acompanhava dos boxes as sequências de voltas do colega de time. Webber tentou, mais uma vez, sair com os pneus duros, que se mostraram bem mais lentos. O australiano virou em sua melhor volta 1min56s039, contra 1min49s390 com os médios. Ainda assim, o trabalho para aprimorar o ritmo de corrida continuou, do mesmo jeito que Vettel, com a diferença de que o alemão optou por longos trechos com os médios.

E foi quando restavam pouco menos de 30 minutos para o fim das ações é que Alonso resolver percorrer voltas com os compostos médios. E conseguiu como melhor passagem apenas o sétimo posto. Neste meio tempo, Vettel surgiu lento pela pista, com o pneu traseiro direito furado. E dois minutos depois, o treino viu um forte acidente com Giedo van der Garde.

O piloto da Caterham, que estava no 19° posto, perdeu o carro na curva 15 e foi de encontro com a barreira de pneus. Felizmente, Van der Garde saiu ileso da batida, mas precisou voltar a pé para os boxes belgas.

Já na garagem da Red Bull a preocupação foi grande com o dano no pneu de Vettel. O alemão, inclusive, sequer retornou à pista após o incidente. Ao contrário de Alonso, que decidiu usar os últimos momentos da sessão para testar os pneus duros em ritmo de corrida. O espanhol foi seguido por outros adversários e, assim, a tabela sofreu poucas mudanças nos minutos finais.
Fernando Alonso também teve dificuldades (Foto: Getty Images)

Sebastian ficou mesmo com melhor tempo da sexta-feira, seguido pelo companheiro Mark Webber. Romain Grosjean assegurou um forte terceiro lugar para a Lotus, enquanto Felipe Massa concluiu em quarto, à frente de Vergne, Räikkönen e Alonso. Pérez, Rosberg e Di Resta completaram os dez melhores.

Agora, os pilotos da F1 retornam ao lendário circuito belga neste sábado, a partir das 6h, para o terceiro e último treino livre antes da classificação, que define o grid, às 9h, sempre de Brasília.

F1, GP da Bélgica, Spa-Francorchamps, segundo treino livre:

1 Sebastian VETTEL ALE Red Bull Renault   1:49.331   22
2 Mark WEBBER AUS Red Bull Renault   1:49.390 +0.059 34
3 Romain GROSJEAN FRA Lotus Renault   1:50.149 +0.818 34
4 Felipe MASSA BRA Ferrari   1:50.164 +0.833 27
5 Jean-Éric VERGNE FRA Toro Rosso Ferrari   1:50.253 +0.922 28
6 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Lotus Renault   1:50.318 +0.987 33
7 Fernando ALONSO ESP Ferrari   1:50.510 +1.179 21
8 Sergio PÉREZ MEX McLaren Mercedes   1:50.536 +1.205 27
9 Nico ROSBERG ALE Mercedes   1:50.601 +1.270 33
10 Paul DI RESTA ESC Force India Mercedes   1:50.611 +1.280 27
11 Adrian SUTIL ALE Force India Mercedes   1:50.629 +1.298 30
12 Lewis HAMILTON ING Mercedes   1:50.751 +1.420 27
13 Nico HÜLKENBERG ALE Sauber Ferrari   1:50.972 +1.641 33
14 Pastor MALDONADO VEN Williams Renault   1:50.991 +1.660 28
15 Jenson BUTTON ING McLaren Mercedes   1:51.195 +1.864 28
16 Daniel RICCIARDO AUS Toro Rosso Ferrari   1:51.447 +2.116 26
17 Valtteri BOTTAS FIN Williams Renault   1:51.568 +2.237 28
18 Esteban GUTIÉRREZ MEX Sauber Ferrari   1:51.644 +2.313 26
19 Giedo VAN DER GARDE HOL Caterham Renault   1:53.157 +3.826 21
20 Charles PIC FRA Caterham Renault   1:53.251 +3.920 29
21 Jules BIANCHI FRA Marussia Cosworth   1:53.482 +4.151 28
22 Max CHILTON ING Marussia Cosworth   1:54.418 +5.087 12
  TEMPO 107% TL1     1:56.984 +7.653  
               
REC Mark WEBBER AUS Red Bull RB6   1:45.778 28/08/2010  
MV Sebastian VETTEL ALE Red Bull RB5   1:47.263 30/08/2009  
               
  Condições do tempo   CHUVA/SECO   ar: 16-19ºC | pista: 15-17ºC