Vettel define Baku como pior momento em 2017 e admite: “Acabei com aquela corrida com algo que era desnecessário”

Sebastian Vettel fez um balanço sincero de sua temporada na F1. No dia da premiação da FIA dos melhores de 2017, o ferrarista admitiu que o pior sentimento que enfrentou no campeonato foi o acidente com Lewis Hamilton no GP do Azerbaijão

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Sebastian Vettel liderou a Ferrari em 2017 e se colocou como um adversário real para Lewis Hamilton e a Mercedes. Tanto é assim que o alemão comandou toda a primeira fase da temporada com performances fortes e vitórias, o que forçou a equipe prateada a se mexer. E Hamilton voltou mais competitivo na segunda metade do ano e bateu Sebastian, que acabou também se envolvendo em dois abandonos importantes: em Singapura, em um acidente logo após a largada, e, depois, no Japão, quando deixou a prova ainda no início por problemas de confiabilidade do carro vermelho. Mas não foram esses dois incidentes que tiraram o sono do tetracampeão. A situação mais difícil enfrentada por Vettel foi mesmo a batida em Hamilton no GP do Azerbaijão.

 
Em Baku, Seb vinha atrás do líder Lewis durante a corrida até em uma relargada, acabou tocando na parte traseira do carro do inglês. E, logo em seguida, ainda bateu na lateral do carro. Vettel se queixou que Hamilton vinha fazendo o break-test enquanto seguia o safety-car. A atitude do ferrarista foi condenada pelos comissários, que o puniram ainda durante a corrida. O incidente causou mal-estar entre os dois rivais. A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) também chegou a revisar o caso, mas não aplicou nenhuma sanção adicional a Vettel. Hamilton, por outro lado, sempre alegou inocência e garantiu, mais tarde, que já tinha deixado o incidente no passado.
Sebastian Vettel disse que arruinou corrida em Baku (Foto: Ferrari)
Só que, ao ser perguntado sobre o pior momento da temporada, Seb não hesitou: “A pior sensação foi em Baku. Eu acabei com aquela corrida com uma coisa que era totalmente desnecessária.”
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Eu lutei muito com isso”, completou o piloto, em falou aos jornalistas durante a premiação dos melhores do ano. “E as outras corridas mais complicadas provavelmente foram Singapura e Japão. Em Singapura, do meu ponto de vista, foi uma coisa de corrida. Mas foi difícil de deixar o que aconteceu para trás. Eu pensei muito nisso na noite de domingo… Aí teve o Japão. Mas, sabe, você não pode agarrar algo que não está nas suas mãos. E acho que é isso mais ou menos o que aconteceu. Então, às vezes, você precisa ir adiante”, emendou. 
 
“Na vida, acho que você luta mais com coisas que você mesmo arruinou do que com aquelas que foram arruinadas por você, se é que me entendem”, concluiu.
FALTA DE HONESTIDADE

PERDA DE ETAPA DA FÓRMULA E É DESASTROSA PARA SÃO PAULO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube