F1

Vettel descobre que coisa no meio das pernas era parafuso e fala em “bruxaria de Interlagos”

Sebastian Vettel revou que tinha um parafuso solto dentro do cockpit da Ferrari no início do TL2 em Interlagos. O #5 justificou o momento cômico na conversa com os mecânicos alegando que sabia que seria mal interpretado e ainda brincou com a imprevisibilidade do traçado de São Paulo
Warm Up, de São Paulo / JULIANA TESSER, de Interlagos / NATHALIA DE VIVO, de Interlagos
 Sebastian Vettel (Foto: Ferrari/Twitter)
 
"Alguma coisa além do óbvio, algo está balançando. Está perto dos meus pés, eu ficaria orgulhoso se fosse o que vocês estão pensando, mas não é...", brincou o tetracampeão, que ouvi de volta apenas risadas de seus colegas de trabalho.
 
Ao fim do treino desta tarde, o alemão contou aos jornalistas o que aconteceu e justificou a explicação mais alongada.
Sebastian Vettel teve um dia divertido em Interlagos (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
“Eu sabia que podiam entender mal, por isso eu especifiquei”, afirmou Vettel. “Foi um pequeno parafuso que se soltou. Não é um grande problema, mas não seria bom se ficasse preso em algum lugar”, ponderou.

No fim, o mesmo bom humor que marcou o início do TL2 voltou a parecer. Ao ouvir de um repórter que tudo pode acontecer em Interlagos, Vettel retrucou: “Eles contrataram uma bruxa. A bruxaria está acontecendo. Não estou brincando”.
 
Acompanhe todo o conteúdo em vídeo do GP do Brasil no nosso canal no YouTube Resultado de imagem para logo png youtube

GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP do Brasil de F1 com os repórteres Evelyn Guimarães, Felipe Noronha, Fernando Silva, Gabriel Curty, Juliana Tesser, Nathalia De Vivo e Pedro Henrique Marum, e o fotógrafo Rodrigo Berton. Acompanhe tudo aqui.