Vettel diz que Ferrari “não pareceu tão ruim” em Ímola e se surpreende com 14° lugar

Sebastian Vettel teve uma boa sensação ao pilotar a Ferrari, mas que não se converteu em bom resultado. O alemão voltou a cair ainda no Q2, sendo 14° mais rápido. Charles Leclerc é 7°

Sebastian Vettel teve neste sábado (31) uma classificação parecida com outras de 2020, mas sente que merecia mais em Ímola. O alemão conseguiu a 14° posição no grid do GP da Emília-Romanha, isso em um fim de semana que começou com sensações positivas na pilotagem.

“[O carro] não pareceu tão ruim assim”, disse Vettel. “Eu acho que tive uma sessão razoável, mas obviamente não estamos felizes com nossa posição de largada”, seguiu.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Sebastian Vettel segue sem alcançar bons resultados em 2020 (Foto: Ferrari)

Vettel voltou a ser questionado sobre a possibilidade de ter um carro pior que o de Charles Leclerc. O próprio alemão começou a discussão no GP de Portugal, agora optando por se comportar e evitar clima ruim na Ferrari.

“Eu preciso assumir que são os mesmos carros, de um jeito ou de outro. É o carro que eu tenho e acho que hoje foi melhor do que em outras sessões em termos de sensações no carro. Só que, em termos de resultados, foi parecido”, comentou.

O 14° lugar de Vettel em Ímola volta a contrastar com o resultado de Charles Leclerc. O monegasco foi ao Q3 e conseguiu o sétimo lugar no grid de largada.

Enquanto Leclerc larga de olho em bons pontos, Vettel tenta pelo menos alcançar o top-10. O alemão só pontuou em duas das últimas cinco provas, sempre em décimo. O piloto acumula apenas 18 tentos na temporada inteira, que tem apenas mais cinco GPs pela frente.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube