Vettel e Räikkönen deixam Austrália e aumentam suspeita de cancelamento de GP

De acordo com a BBC, tanto Sebastian Vettel como Kimi Räikkönen desistiram de disputar o GP da Austrália e voaram de volta para suas casas. A F1, porém, segue sem informar sobre o cancelamento ou manutenção da prova de abertura da temporada

GUIA 2020
_Coronavírus e polêmica no caso FIA/Ferrari abrem ano de espera por revolução

O jornalista Andrew Benson, da BBC inglesa, informou durante a noite desta quinta-feira (12), manhã de sexta em Melbourne, que tanto Sebastian Vettel, como Kimi Räikkönen, deixaram a cidade e desistiram de participar do GP da Austrália, abertura da temporada 2020 da Fórmula 1. O motivo são os riscos relacionados à pandemia de coronavírus.

A postura aumenta a suspeita de que a prova será cancelada, já que nem F1, nem FIA, divulgaram posicionamento oficial até as 9h locais (19h de Brasília), com o primeiro treino livre da etapa marcado para 12h de Melbourne (22h na capital brasileira). 

Circula na internet uma foto da lista de passageiros do voo 0409 da Emirates em que os dois pilotos, Vettel e Räikkönen, estariam. Apesar de não ser possível provar a autenticidade da imagem, as informações sobre o voo são verdadeiras: partiu de Melbourne às 6h28 locais rumo a Dubai, nos Emirados Árabes, com 28 minutos de atraso.

Kimi Räikkönen (Foto: Alfa Romeo)

Vettel já havia se pronunciado sobre a situação anteriormente, afirmando durante entrevista coletiva em Melbourne que “é muito difícil ter um julgamento justo. Claro que você percebe que muitas competições esportivas, grandes eventos, são adiados ou cancelados. Como Lewis disse, é justo questionar por que estamos aqui”.

“Obviamente, temos de confiar na FIA e na FOM e adotar precauções, o máximo possível. Mas acho que a resposta que ninguém pode dar no momento é o quanto você pode controlar o que está acontecendo. Por uma questão de fato, estamos aqui, então acho que temos simplesmente de nos cuidar, o máximo possível."

A ausência de ambos diminuiria o número de presentes no grid para 16 – já que, na manhã de quinta, a McLaren confirmou que não disputa a prova, após um funcionário ter sido confirmado com o coronavírus. Assim, Lando Norris e Carlos Sainz já estavam fora da etapa.

Alfa Romeo, Haas, Racing Point, Williams, AlphaTauri e Red Bull são as equipes que apareceram no paddock até a publicação desta nota – ou seja, Mercedes e Ferrari, as favoritas, estão ausentes. Os portões foram fechados ao público, apesar de anúncio anterior que seriam abertos às 8h45 locais.
 

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP da Austrália de F1. Siga tudo aqui.
 
 
Paddockast #51
QUEM VENCEU DRIVE TO SURVIVE 2

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube