Vettel é realista e não vê solução rápida para falhas do RB10: “Ainda temos muito trabalho pela frente”

Sebastian Vettel afirmou que os problemas enfrentados pela Red Bull não são fáceis de resolver e que a equipe terá muito trabalho ainda pela frente

Sebastian Vettel se mostrou consciente com relação ao tamanho dos problemas enfrentados pela Red Bull até o momento na pré-temporada 2014 e avisou que não vê uma solução rápida para as falhas no novo RB10.

Depois dos contratempos em Jerez de la Frontera, onde a equipe austríaca conseguiu completar apenas 21 voltas em quatro dias de treinos, Vettel foi capaz de percorrer somente 14 nesta quarta-feira (19) no Bahrein, primeiro dia de testes coletivos da segunda bateria de atividades da F1.

Sebastian Vettel ainda nos boxes da Red Bull nesta quarta no Bahrein (Foto: Reprodução/Twitter Red Bull)

"Não será fácil encontrar uma solução rápida, mas eu acho que nós compreendemos os problemas", disse o tetracampeão. "E não é assim tão fácil de corrigi-los. Acho que solucionamos os problemas de Jerez, onde tivemos uma falha com a temperatura. Mas, muitas vezes, parece que, quando você resolve um problema, logo surge outro."

"Penso que há muita coisa para ser feita do nosso lado em termos de confiabilidade. E há coisas do lado da Renault também, mas não é justo olhar de forma separada. Nós somos uma equipe e temos sido bem-sucedidos nos últimos anos juntos. Obviamente, este não é o início que esperávamos, mas temos tempo ainda e pessoas inteligentes a bordo que podem solucionar todos os problemas que estamos enfrentando", completou.

Depois de registrar as primeiras voltas rápidas do RB10, o alemão de 26 anos disse que, apesar da maior experiência com o modelo austríaco, não pode ainda falar muito sobre seu desempenho. "Certamente, não estamos felizes com relação à nossa posição, mas há ainda um longo caminho pela frente", falou.

"É bastante difícil julgar agora o nosso desempenho. A primeira sensação é de que é bom, mas precisamos andar para saber ao certo. Não sei exatamente como estão os demais, mas parece que estão indo muito bem. Do nosso lado, só sei que temos muito trabalho ainda", concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube