Vettel fala em volta “quase perfeita” no Q3 e vibra com primeira pole pela Ferrari: “Inacreditável”

Pela primeira vez desde que chegou a Maranello no início de 2014, Sebastian Vettel vai largar na pole-position. O tetracampeão conseguiu um feito improvável para os padrões da F1 atual: derrotou a Mercedes

'Primeira vez' é algo que pode ser bastante repetido para falar do que representa a pole-position de Sebastian Vettel para o GP de Cingapura deste domingo (20). A largada será às 9h (de Brasília).

Primeira vez na pole pela Ferrari; primeira vez da Ferrari na pole desde o GP da Alemanha de 2012; primeira vez da Ferrari na pole com pista seca desde o GP de Cingapura de 2010; primeira vez que um carro com motor Mercedes não sai na pole desde o GP do Brasil de 2013; primeira vez que a Mercedes fica sem a pole desde o GP da Inglaterra de 2014.

Deu ruim para as Flechas Prateadas, e deu ótimo para a Ferrari.

Tanto que Vettel começou a resumir a classificação deste sábado com uma palavra forte: "Inacreditável".

Sebastian Vettel é cercado por fãs em Cingapura (Foto: AP)

"Sei que é só sábado, e o trabalho mesmo vem amanhã, mas tenho que curtir o momento. Quando ouvi que conseguimos, me senti muito bem. O carro estava fantástico, melhorou durante a classificação, fiquei surpreso com a margem. Foi uma volta quase perfeita no final. Fiquei muito feliz com as voltas, especialmente essa última", afirmou o tetracampeão.

 
"Estou muito feliz. Nos coloca em um ótimo lugar para amanhã, mas, como disse, é só sábado. A Mercedes será rápida, qualquer outra coisa será uma surpresa. E a Red Bull também", alertou.

Esta foi a 46ª pole de Vettel no Mundial de F1, e assim ele impediu Lewis Hamilton de chegar à oitava pole seguida, recorde que pertence à Ayrton Senna. A Mercedes, por sua vez, viu sua sequência de 23 provas com poles se encerrar, ficando a uma do recorde de 24 da Williams.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube