Vettel minimiza mudança no mapeamento do motor da Red Bull

Após a confusão sobre o mapeamento dos motores da Red Bull durante o GP da Alemanha, a FIA emitiu uma nova diretriz nesta semana e proibiu uma mudança brusca. Já na Hungria, Sebastian Vettel espera que nada disso afete o desempenho da equipe

Poucas horas antes do GP da Alemanha, a Red Bull recebeu a notícia de que estava sendo investigada por uma irregularidade no mapeamento dos motores dos dois carros. Dada a versão para o assunto, os comissários da prova liberaram Sebastian Vettel e Mark Webber para a prova normalmente, apesar dos protestos do delegado técnico da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) Jo Bauer, que afirmou categoricamente que os taurinos haviam cometido uma grave irregularidade passível de punição.

Passada quase uma semana do ocorrido, já na Hungria para a última etapa antes das férias de verão, Vettel comentou sobre o assunto na entrevista coletiva desta quinta-feira (26) e minimizou a mudança que a Red Bull foi obrigada a fazer. Segundo o alemão, o assunto foi mais comentado fora da equipe do que entre os engenheiros da equipe austríaca.

"Obviamente, há muita conversa, e conversamos no sábado à noite e domingo, o que acabou não sendo a preparação ideal para a corrida”, disse Vettel. "Sabíamos apenas uma hora antes da corrida o que aconteceu e, obviamente, foi bom começar no mesmo lugar no grid. Mas, para ser honesto, acho que houve mais confusão em escrever e falar [sobre o assunto], do que no mapeamento no carro”, ressaltou.

 

Vettel espera que mudança no mapeamento dos motores não afete a Red Bull (Foto: Red Bull/Getty Images)

Apesar de não demonstrar muita preocupação, Vettel admite que a mudança vai afetar o desempenho do carro já neste final de semana, mas o alemão ainda não sabe o quanto. "Obviamente, se você olha para os carros deste ano são diferentes do ano passado e você é forçado a colocar seu escapamento em uma determinada posição", explicou.

"Se você olhar para o que as pessoas tentam conseguir, é semelhante ao ano passado, então todo mundo tenta fazer o seu melhor. Mas não é a mesma coisa. Estou bastante confiante de que nada vai mudar”, afirmou. "Mas, obviamente, nós fizemos o que fizemos no carro em Hockenheim porque acreditamos que foi o melhor, por isso é um pouco diferente aqui [na Hungria]. Mas é difícil dar uma medida [do que a equipe pode perder] Se é 0s1, 0s2 ou 0s5 ou nada. Nós não podemos medir”, finalizou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube