F1

Vettel rebate críticas sobre erros e se surpreende com defesa de Hamilton: “Só ele parece não ter memória curta”

Sebastian Vettel ainda não subiu no pódio em 2019. O alemão tetracampeão falou das dificuldades que vem sofrendo com o carro da Ferrari no início da temporada, elogiou Lewis Hamilton por reconhecer seus feitos e comentou que não se surpreendeu com o companheiro Charles Leclerc desrespeitando ordem de equipe durante o GP do Bahrein

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas

GP 1000
Quais foram as maiores corridas da Fórmula 1 em tempos recentes?
🎥 Qual das 999 corridas foi a mais marcante da história da Fórmula 1?
Desde o primeiro e todos os GPs 'centenários' da história da Fórmula 1
🎥 F1 erra com GP 1000 na 'sem sal' China. Interlagos seria o palco ideal


 
O tetracampeão mundial Sebastian Vettel vive um início complicado de temporada na Fórmula 1. O alemão da Ferrari completou as corridas da Austrália e do Bahrein fora do pódio, e viu o companheiro de equipe Charles Leclerc o ultrapassar na classificação do Mundial de Pilotos.

No Bahrein, Vettel poderia ter disputado a vitória, mas rodou sozinho quando foi ultrapassado por Lewis Hamilton, da Mercedes, e posteriormente perdeu a asa dianteira, terminando apenas na quinta posição. O alemão comentou que não está feliz com o desempenho da SF90, mas vê as 19 corridas restantes no campeonato como uma oportunidade de mostrar o seu potencial para brigar pelo título.

"Eu não fiquei feliz com minha performance no Bahrein, não estou feliz com o que sinto no carro, não é o que senti durante a pré-temporada", disse Vettel em conversa com jornalistas. "Sei que posso fazer melhor e sei que temos muitas corridas para mostrar e provar isso", declarou.
Sebastian Vettel (Foto: Beto Issa)
A Ferrari foi o grande destaque da pré-temporada da F1, realizada em Barcelona. Porém, os bons resultados ainda não foram entregues na pista, com direito à reclamação de Seb sobre uma "lentidão" do carro durante o GP da Austrália, quando terminou na quarta posição. Para ele, a dificuldade de desempenho é normal, e é raro o dia em que o carro não mostra motivos para reclamar.
 
"É normal que você nunca consiga o carro que você quer, então, você sempre precisa se adaptar. São raras as corridas onde o carro é absolutamente bom e você não tem nada para reclamar", comentou.

Após a corrida do Bahrein, a Fórmula 1 promoveu dois dias de testes coletivos no autódromo de Sakhir. Vettel destacou a importância dos testes, que segundo ele, são importantes para notar coisas que a Ferrari não pôde se dedicar durante a pré-temporada em Barcelona. Ele espera uma melhora de desempenho na etapa da China, que acontece neste final de semana.
 
"Eu acho que o teste do Bahrein foi muito útil para dar voltas no carro. Aprendemos coisas sobre ele e o comportamento, coisa que não pudemos olhar em Barcelona porque estávamos vendo outras coisas. O carro era muito forte em Barcelona, então, espero que me sinta melhor neste final de semana", declarou.

Com um jejum de dez corridas sem vencer, o alemão sofreu inúmeras críticas após o erro no Bahrein, mas foi defendido pelo rival Lewis Hamilton, vencedor da corrida. O tetracampeão comentou que não sabia da defesa de Hamilton, mas ficou feliz ao saber que o inglês da Mercedes não tem memória curta.
 
"Não sabia que ele falou algo legal, mas é legal saber. Talvez ele seja o único que tenha uma boa memória. Estou há muito tempo, e quanto mais quero bater o Lewis, mais ele quer me bater. Porém, algumas vezes você nunca sabe o que está acontecendo com as pessoas em outras equipes", citou.

Na prova do Bahrein, Vettel largou bem e assumiu a liderança, mas foi superado pelo companheiro de equipe Charles Leclerc, que ignorou uma ordem de equipe e atacou o alemão para tomar a primeira posição. O tetracampeão não se surpreendeu com a atitude de Leclerc, e revelou que não tentou o ultrapassar para evitar prejudicar a corrida do monegasco, que terminou em terceiro após uma falha no motor.
 
"Eu não estou surpreso. Era bem claro que ele estava mais rápido naquele ponto, eu poderia ultrapassá-lo na próxima reta, mas julguei que perderia mais tempo e prejudicaria ele", finalizou.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da China AO VIVO e EM TEMPO REAL. O primeiro treino livre está marcado para as 23h (de Brasília) da quinta-feira. Os horários completos estão abaixo.
 

Confira a programação do fim de semana do GP da China de F1
Horários de Brasília, GMT -3

SESSÃO DIA DATA HORA
TL1 Quinta 11/4 23h
TL2 Sexta 12/4 3h
TL3 Sábado 13/4 0h
TC Sábado 13/4 3h
GP Domingo 14/4 3h10

Fórmula 1 2019 AO VIVO 🇨🇳 
Acompanhe todos os treinos livres, classificação e o GP da China aqui


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.