F1

Vettel recebe 10s de punição por “mudança anormal de direção” e Ricciardo herda terceiro lugar no GP do México

A manobra de Sebastian Vettel sobre Daniel Ricciardo nas últimas voltas do GP do México foi considerada ilegal pelos comissários de prova. Assim, o alemão é punido e o australiano sobe para terceiro lugar

Warm Up / VITOR FAZIO, de Porto Alegre
 
O terceiro lugar no GP do México deste domingo (30) voltou a trocar de mãos. Sebastian Vettel, que já havia herdado o posto das mãos de Max Verstappen, foi punido por conta da postura adotado ao se defender de Daniel Ricciardo nas voltas finais.
 
De acordo com os comissários, Vettel cometeu uma infração ao mudar de trajetória em zona de frenagem, manobra que recentemente se tornou ilegal. Entendeu-se que era uma “mudança anormal de direção”, considerada “potencialmente perigosa”.

“Mesmo tendo consciência da diretiva de ‘deixar os pilotos correrem’, notamos a preocupação a respeito de manobras envolvendo mudanças de direção em fradas, como expressado no briefing do GP dos Estados Unidos", apontam os comissários, através de um comunicado. "A telemetria e as evidências em vídeo mostram que o piloto do carro #5 mudou de direção em zona de freada”, seguem.
Daniel Ricciardo vai ao pódio (Foto: Red Bull Content Pool)
“Os vídeos – incluindo as câmeras do circuito, o ângulo da transmissão e as câmeras onboard dos dois pilotos – mostram que houve uma mudança anormal de direção do carro #5. Isso foi considerado potencialmente perigoso, tendo em vista a proximidade dos pneus de cada carro”, aponta o comunicado.

Assim, Vettel cai para quinto na classificação final. Daniel Ricciardo, que cruzou a linha de chegada em quinto, sobe para terceiro unicamente por conta de punições. Verstappen já havia se complicado por cortar a primeira curva, o que rendeu uma punição de 5s.

A corrida foi vencida por Lewis Hamilton, que liderou do início ao fim. Nico Rosberg ficou com o segundo lugar e segue líder do campeonato, com 19 pontos de vantagem.