Vettel recebe reprimenda, e Red Bull é multada por zerinhos na linha de chegada após GP da Índia

Os comissários de prova consideraram que o piloto da Red Bull desrespeitou a regra do parque fechado ao se dirigir à linha de chegada para celebrar o quarto título mundial ao invés de ir aos boxes

A cobertura completa do GP da Índia de F1 no GRANDE PRÊMIO
As imagens deste domingo da F1 na Índia
Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

Os comissários de prova puniram Sebastian Vettel pela comemoração efusiva após a conquista do quarto título mundial. Embora o regulamento não impeça a felicidade do alemão, os comissários consideraram que o piloto da Red Bull quebrou a regra do parque fechado ao não ir diretamente para os boxes ao final da prova. Assim, o piloto recebeu uma reprimenda, enquanto a escuderia foi multada em € 25 mil (cerca de R$ 75 mil).

“O piloto falhou ao seguir diretamente ao parque fechado após a prova, como detalhado no artigo 43.3 do regulamento esportivo da F1. Devido às circunstâncias especiais, os fiscais aceitaram a explicação do piloto. A equipe falhou ao instruir o piloto para que ele voltasse diretamente ao parque fechado”, disse o comunicado.

Sebastian Vettel reverenciou o RB9 ao fim da corrida em Buddh (Foto: Red Bull/Getty Images)

Na volta de desaceleração da corrida, ao invés de Vettel se dirigir aos boxes, o piloto retornou à linha de chegada, onde fez diversos zerinhos. Ele ainda fez uma revencia ao carro da Red Bull e cumprimentou os integrantes da escuderia no pit-wall.

Por causa disso, o alemão foi convocado pelos comissários de prova, que aceitaram a explicação dada pelo piloto. Apesar disso, tanto ele quanto a equipe não escaparam da punição em Buddh.

Essa foi a primeira reprimenda de Vettel na temporada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube