Vettel reconhece dia complicado na Bélgica, mas aposta em reação imediata: “Não queremos ficar em décimo”

Sebastian Vettel não ficou completamente satisfeito em como sua sexta-feira (21) de treinos livres em Spa-Francorchamps. Após ser apenas o décimo mais rápido do dia, o alemão afirmou que a Ferrari precisa dar um passo à frente no sábado, para buscar recuperar posições

Sebastian Vettel não ficou com o melhor dos humores após a sexta-feira (21) de treinos em Spa-Francorchamps. Fechando o dia apenas com o décimo tempo mais veloz, o alemão afirmou que a reação deve ser imediata.
 
O início das atividades no circuito belga não foi o mais positivo para o tetracampeão. Após ser o quinto melhor na parte da manhã, no ensaio da tarde ele fechou o top-10. Em ambas sessões ele se viu atrás se seu companheiro finlandês Kimi Räikkönen.
Vettel, por sua vez, fechou a primeira sessão em quinto lugar (Foto: AP)
Vettel não escondeu a insatisfação com o desempenho da sexta-feira, mas disse acreditar que a Ferrari conseguirá uma boa recuperação para o sábado. “É obviamente bom vir para cá após a última corrida e o ótimo resultado, mas precisamos manter nossos pés no chão”, explicou.
 
“É um circuito diferente, com condições diferentes, então precisaremos fazer nosso melhor, como sempre. Hoje não foi o melhor dia para nós, foi um pouco complicado encontrar o ritmo, mas amanhã acredito que conseguimos dar um passo à frente, e precisamos, pois não queremos estar em décimo”, completou.
 
Entretanto, o alemão manteve animado para o restante do final de semana. “Estou bastante confiante que consigamos melhorar o carro, pois hoje não fiquei completamente feliz com isso, mas amanhã deve ser melhor”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube