Vettel revela falta de confiança com carro na Inglaterra e desabafa: “Não tive chance”

Dia difícil para Sebastian Vettel em Silverstone. Pouco combativo, o tetracampeão foi apenas 10º colocado e desabafou sobre a falta de confiança que sentiu com a Ferrari

Sebastian Vettel passou por mais uma corrida complicada em 2020. O piloto da Ferrari sofreu com dificuldades no GP da Inglaterra, disputado neste domingo (2), e ficou apenas com o 10º lugar, enquanto o companheiro Charles Leclerc foi ao pódio.

Após a etapa, Vettel explicou o motivo de sofrer tanto com a SF1000 em Silverstone. O tetracampeão mundial afirmou que a prova não foi desgastante, já que ficou sem forças para brigar com a concorrência e almejar um resultado melhor.

“O resultado foi ruim, mas o carro era muito difícil de pilotar, tive muitas dificuldades de encontrar confiança e não sei o motivo, então precisamos olhar isso. Se eu tive tantas dificuldades do começo ao fim, tem algo que não encaixa. Não foi uma corrida estressante, não tive uma chance, os caras ao meu redor eram mais rápidos, fui ultrapassado, foi difícil de ficar na pista”, disse o piloto, citando as ultrapassagens que levou de Esteban Ocon, Pierre Gasly e Alexander Albon.

Vettel não aparece no top-10 da tabela de pilotos (Foto: AFP)

“Fisicamente não foi difícil, porque não pude atacar o carro, não fiz o que gosto. Agora precisamos olhar o porquê e temos o próximo fim de semana para melhorar”, completou.

Com 10 pontos em 2020, Vettel é 13º na classificação do Mundial. O alemão deixa a Ferrari no fim do ano, e comentou com desânimo o novo resultado ruim.

“Eu tentei de tudo. Tentei mudar meu estilo de pilotagem a cada duas ou três voltas, mas no fim, eu não tinha confiança no carro. Toda vez que tentava atrasar a frenagem, tinha dificuldades de segurar na pista”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube