Vettel vê reflexo de problemas do TL3 na classificação, mas evita desculpas: “O máximo que dava era para ser terceiro”

Sebastian Vettel não saiu lá muito satisfeito do treino classificatório em Baku. Quarto colocado, Vettel sabe que não tirou o máximo do carro e ainda se viu num universo em que a Mercedes era imbatível

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A Mercedes se mandou na frente enquanto Sebastian Vettel nem sequer conseguiu superar seu companheiro de equipe, Kimi Räikkönen, no treino classificatório deste sábado (24), em Baku, capital do Azerbaijão. O tetracampeão mundial não ficou nem um pouco feliz com a forma como foi para trás e ainda sentiu resquícios do problema hidráulico que atormentou o #5 durante o último treino livre.

 
Vettel tratou o resultado como não sendo o grande problema, mas o desempenho. Perder o TL3 pesou, segundo o líder do campeonato, e evitou que ele melhorasse o posicionamento. Mas, sendo realista, avaliou que poderia apenas superar Räikkönen caso tivesse rodado em condições ideais. A Mercedes era imbatível.
 
"O resultado é OK, mas eu não estou inteiramente feliz. A manhã não ajudou, mas não é uma desculpa, estamos fazendo muitas voltas. No fim eu estava sozinho e não tinha arrasto", argumentou.
Sebastian Vettel (Foto: Ferrari)

"Não sou fã de desculpas, eu poderia ter ido melhor, mas provavelmente o terceiro lugar era o melhor possível", encerrou.

Vettel ficou 1s248 atrás de Hamilton e mais de 0s8 mais lento que Bottas. O alemão ainda lidera o campeonato por 12 pontos.

A largada do GP do Azerbaijão está marcada para as 10h (de Brasília) do domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e EM TEMPO REAL.

NOVA DERROTA EM 2017 MOSTRA QUE TOYOTA E LE MANS SÃO COMO ‘ÁGUA E ÓLEO’

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:

0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe,
.embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;

top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube