F1
16/08/2018 07:54

Villeneuve diz que Räikkönen merece ficar na Ferrari e vê Leclerc jovem demais: “Vettel vai comer vivo”

No podcast produzido pela F1, o comentarista da Sky Sports Italiana e ex-campeão mundial, Jacques Villeneuve, voltou a dar sua opinião a respeito da possibilidade de Charles Leclerc correr na Ferrari e o status quo que o time deve seguir
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Jacques Villeneuve (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Jacques Villeneuve entende que promover Charles Leclerc para o lugar de Kimi Räikkönen em 2019 é um erro para a Ferrari. O canadense deixou claro, durante o podcast ‘Beyond the Grid’, produzido pela F1, que a equipe italiana deve preservar, acima de tudo, o seu status quo. O time vermelho, entretanto, não revelou quem vai ser o companheiro de Sebastian Vettel na temporada que vem.
 
Ainda na primeira fase da temporada 2018 da F1, o jornal italiano ‘La Gazzetta Dello Sport’ revelou que há um contrato de dois anos para Leclerc com a Ferrari, a partir do ano que vem. Mas o campeão de 1997 insistiu que a esquadra de Maranello deveria mesmo é seguir com o finlandês, último campeão com a equipe vermelha. 
 
"Olhe para o trabalho que ele [Räikkönen] vem fazendo. Ele é o terceiro no campeonato, é muitas vezes mais rápido que Vettel, quando ele não é o que, um décimo atrás? Ele é fundamental no desenvolvimento do carro. Toda a equipe trabalha fantasticamente e, agora, coloque um novato ao lado de Vettel. O que Vettel fará? Ele vai tentar comê-lo vivo. E ou ele vai destruir o novato, ou tudo vai acabar em lágrimas e todo o time vai acabar indo mais devagar dentro de dois anos, então isso não é construtivo", disse Villeneuve a Tom Clarkson, no último podcast.
Villeneuve acredita que Leclerc ainda não está pronto para a Ferrari (Foto: Sauber)
O canadense acredita que ainda falta para o monegasco a experiência para correr ao lado de um tetracampeão mundial, e que a Ferrari deve abrigar os talentos no auge, mas não formar esse aprendizado para um jovem piloto dentro da equipe.
 
"Charles ainda está cometendo alguns erros. Seria ótimo para Leclerc, seria incrível para ele, mas seriam dois anos de preparação da Ferrari", explicou Jacques.
 
"A Ferrari é como a Mercedes, não é uma equipe para preparar pilotos. É uma equipe de ponta. Equipes de elite compram e pagam para os pilotos quando estão no seu melhor e quando querem. É por isso que você tem equipes juniores para prepará-los", encerrou.