F1

Vivendo “sonho americano na F1”, Grosjean exalta trabalho da Haas no Bahrein e se declara: “Amo vocês”

Assim como já tinha acontecido há duas semanas, na Austrália, Romain Grosjean brilhou novamente no Bahrein, já despontando como favorito ao prêmio de ‘Piloto do Dia’. O franco-suíço foi o destaque da prova em Sakhir com estratégia e pilotagem agressivas e muitas ultrapassagens para terminar num épico quinto lugar, somando dez pontos para a Haas

Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro

Se há dois meses Romain Grosjean pudesse fechar os olhos e imaginar como poderia fazer o melhor início de temporada possível pela debutante Haas, provavelmente imaginaria menos do que está fazendo. Mas, depois de duas corridas, o sonho que o franco-suíço vive é real. Um sonho americano na F1.
 
Grande nome e eleito pelos fãs da F1 como o ‘Piloto do Dia’ do GP da Austrália, há duas semanas, Grosjean tem tudo para repetir o feito e lograr o prêmio por conta da sua atuação soberba no GP do Bahrein neste domingo (3).
 
O piloto largou em nono lugar, lutou de igual para igual com carros da Williams, Toro Rosso e da Red Bull e, com base numa estratégia muito agressiva com pneus supermacios, ultrapassagens arrojadas e uma grande pilotagem, terminou a corrida em Sakhir em quinto.
Com a Haas, Grosjean vive o sonho americano na F1 (Foto: Beto Issa)
Pouco depois do fim da corrida, Romain, via rádio, exaltou o trabalho da equipe que faz sua estreia na F1 em 2016. “Vocês são inacreditáveis, este é o sonho americano! Que baita trabalho de todos vocês, eu amo vocês! Belíssimo!”, vibrou o franco-suíço.
 
Logo após a prova, já na zona mista em que os pilotos falam com a imprensa, Grosjean destacou os pontos fortes da sua performance. 
 
“Foi inacreditável lutar com a Williams, as Red Bull, as Toro Rosso. Não tive nenhum problema, pude guiar o carro da forma que eu gostaria, com uma estratégia agressiva com os pneus supermacios. Há muitas áreas onde nós podemos melhorar, mas este sonho de estreia continua”, comemorou.
 
“Estou muito feliz com o carro, tenho uma enorme confiança nas frenagens, o que sempre me permite atacar. Eu adoro demais a plataforma no carro e os seus sistemas. Isso me permite desbloquear seu potencial”, acrescentou Grosjean, extremamente satisfeito com o VF-16 empurrado pelo motor Ferrari.
 
Contudo, a empolgação já dá lugar à consciência de que ainda é preciso trabalhar duro para manter o bom momento em 2016. “Agora nós temos de manter nossos pés no chão”, finalizou.
VEJA O PADDOCK GP #22, COM PRÉVIAS DA F1, MOTOGP, INDY E F-E