F1

Wehrlein celebra ponto conquistado no GP da Áustria, mas admite “quase ter estragado tudo” por posição errada no grid

Um final de semana para ficar na memória de Pascal Wehrlein e da Manor. Neste domingo (3) no GP da Áustria, o alemão conseguiu ganhar posições após um pit-stop ruim para conquistar o primeiro ponto da temporada
Warm Up / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
 Pascal Wehrlein durante treinos livres no Red Bull, na Áustria (Foto: Beto Issa)
Um histórico dia tanto para a Manor quanto para Pascal Wehrlein, que vão guardar o GP da Áustria deste domingo (3) na memória. Após o alemão largar do meio do pelotão, ele conseguiu terminar o dia na zona de pontos, em décimo.

O bom desempenho já começou na classificação do sábado. Em performance excepcional, ele chegou ao Q2 em Spielberg, anotando a marca de 1min07s700 e conquistando o 12º pontos do grid.
Pascal Wehrlein durante treinos livres no Red Bull, na Áustria (Foto: Beto Issa)

Satisfeito, o piloto explicou que a segunda passagem pelos boxes o deixou preocupado, mas exaltou a conquista de um ponto para a classificação. “Tivemos um pouco de falta de sorte com nossa segunda parada”, avaliou.
 
“Fomos aos boxes um pouco mais cedo que os outros pilotos, e quando voltávamos para a pista o safety-car também foi necessário, o que significava que eu estava uma volta atrás e em último. Terminar a corrida nos pontos desta posição foi incrível”, completou.
 
No entanto, o alemão quase recebeu uma punição antes mesmo da largada. Com Felipe Massa largando do pitlane, ele acabou alinhando na vaga do brasileiro no grid, a décima posição. Sobre o caso, Wehrlein afirmou que “quase estragou tudo”.
PADDOCK GP #35 DEBATE MOTOGP, STOCK CAR E FAZ PRÉVIA DA F1 E FINAL DA F-E