Wehrlein vê Manor e Sauber no mesmo patamar com novas regras e nega problema em guiar por rival da Mercedes

Pascal Wehrlein ainda tenta se agarrar a alguma vaga na F1 em 2017. Manor e Sauber é tudo o que ainda pode conseguir, mas a Mercedes tem influência em apenas uma delas. Na Sauber, mesmo com motores Ferrari, ele não vê problema

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Não é só Felipe Nasr que olha para o grid da F1 tentando se segurar com todas as forças ao que tiver disponível. Na mesma barca está Pascal Wehrlein, passado para trás no escalonamento dos pupilos da Mercedes em prol de Esteban Ocon e sem uma vaga garantida. Wehrlein, que apenas um ano atrás se sagrava o mais jovem campeão da história do DTM e saltava em glória para a F1 apontado como possível substituto de Nico Rosberg, quer apenas ficar no grid. Onde der.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Manor e Sauber ainda estão com vaga aberta, mas Pascal garante que nenhuma delas está nas suas mãos. Seu futuro não está decidido. A ponto de procurar a Sauber, a quem a Mercedes não vai pagar por se tratar de uma parceria ferrarista, para tentar costurar um acordo com talento e algum patrocinador que possa contribuir. Mas a grana pesada que Esteban Gutiérrez possui, Wehrlein – como Nasr, agora sem o Banco do Brasil – não pode oferecer.

 
"Não sei, não dá para dizer isso [que há uma decisão sobre seu futuro]", disse. "Há duas vagas em dois times que estão disponíveis, mas há muitos pilotos que podem ser escolhidos, incluindo alguns com dinheiro", afirmou.
Pascal Wehrlein (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Com as novas regras mudando enormemente os carros da F1 para 2017, o ainda jovem alemão, de 22 anos de idade, não crê que dê para apontar se ele se dará melhor com Manor ou Sauber.
 
"É impossível dizer, especialmente com as mudanças no regulamento", seguiu, dizendo que guiar por uma equipe empurrada por motores Ferrari "não seria um problema".
 
Mas o feito que parecia em suas mãos após pontuar no GP da Áustria, o de colocar a Manor no décimo lugar do Mundial de Construtores, agora escapou por causa do nono lugar de Nasr no Brasil. E Wehrlein não acredita que possa voltar a marcar pontos em Abu Dhabi para colocar a equipe na lista de premiação da FOM.
 
"Muitos carros teriam que falhar. A pista, com duas longas retas, não nos ajuda. Em nossa análise, estamos atrás da Sauber", encerrou.
 
Acompanhe toda a cobertura da decisão da F1 entre Hamilton e Rosberg no GRANDE PRÊMIO. Só aqui você segue treinos, classificação em corrida em TEMPO REAL.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube