Whitmarsh admite que McLaren pode pedir a Button ajuda a Hamilton na briga pelo título

Martin Whitmarsh, chefe da McLaren, admitiu que o time pode pedir a Jenson Button que ajude Lewis Hamilton no Mundial. Dirigente, no entanto, afirmou que, caso seja necessária, essa orientação só virá mais para frente

Jenson Button viveu momentos complicados na temporada de 2012 da F1. Com dificuldades com os pneus Pirelli, o britânico não teve um desempenho na primeira parte da temporada e somou apenas 76 pontos, 41 a menos que seu companheiro, Lewis Hamilton, e 88 a menos que o líder da temporada, Fernando Alonso.

O fraco início colocou Button na sétima posição da tabela e muito distante da luta pelo título de 2012. Com Hamilton, aparentemente, com mais chances de chegar ao bicampeonato, Martin Whitmarsh, chefe da McLaren, admitiu que pode chegar o momento em que a equipe de Woking pedirá a Jenson que ajude Hamilton.
 

Whitmarsh admitiu que Button pode ter de ajudar Hamilton em 2012 (Foto: McLaren)


“Pode chegar um momento”, reconheceu. “Mas com nove corridas pela frente e 25 pontos por corrida, as coisas podem mudar rapidamente”, avaliou.

“Nós devemos ser comedidos quando falamos com os pilotos sobre o momento de apoiarem outro piloto”, ressaltou.

O dirigente garantiu, no entanto, que os dois estão liberados para se enfrentarem neste fim de semana durante o GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps.

“Acho que a boa notícia é que vamos para Spa e os nossos dois pilotos vão tentar vencer. Jenson teve algumas boas performances antes da pausa e ele é um piloto muito inteligente”, elogiou, indicando que vai esperar mais algumas etapas antes de definir se Button deverá mudar o foco. "Faltariam poucas corridas até a gente olhar a situação."

“Jenson é um vencedor. Ele e Lewis têm uma ótima relação, mas Jenson vai tentar bater Lewis este fim de semana”, garantiu.

O Grande Prêmio cobre 'in loco' neste fim de semana a 12ª etapa do Mundial de F1, o GP da Bélgica, direto de Spa-Francorchamps, com Evelyn Guimarães.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube