Williams confirma acordo e revela FW36 com cores da Martini, agora patrocinadora principal para 2014

A Williams confirmou o acordo de patrocínio com a Martini na manhã desta quinta-feira (6) e apresentou o layout de seu FW36 já com marca da fabricante de bebidas italiana

 


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});



A Williams apresentou nesta manhã de quinta-feira (6) a pintura de seu FW36 já com as cores da Martini, tradicional fabricante de bebidas italiana, agora confirmada como patrocinadora principal da equipe inglesa para a temporada 2014 da F1. A marca ainda fará parte do nome do time de Frank Williams no Mundial. 

A informação sobre o acordo com a empresa foi antecipada pelo jornalista Américo Teixeira Jr., dono do DIÁRIO MOTORSPORT, colunista da REVISTA WARM UP e parceiro do GRANDE PRÊMIO, no dia 22 de janeiro.

O novo vínculo com a marca italiana revive o esquema de cores visto pela última vez em 1975, com a Brabham. Em nota, o fundador da equipe, Sir Frank, não escondeu a satisfação por trazer de volta as listras da lendária empresa ao Mundial. "Estamos contentes de acolher a Martini na família Williams e apresentar oficialmente o nome Williams Martini Racing", afirmou o britânico.

Williams apresentou nesta quinta a pintura do FW36 com patrocínio da Martini (Foto: Williams)


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});



"A Martini e a Williams compartilham de uma rica história no automobilismo, e os valores de nossas marcas e a paixão pelas corridas tornam esta parceria apenas um ajuste natural", completou. "Será ótimo ver as listras tão características da Martini de volta à F1 mais uma vez e pela Williams."

Andy Gibson — presidente da Bacardi Global Brands, empresa proprietária da marca Martini — compartilhou da opinião de Williams. "Este novo acordo vai fornecer uma plataforma poderosa de marketing integrado e uma oportunidade para fortalecer a marca Martini", explicou o executivo também em comunicado.

A equipe de Grove usou uma pintura azul escuro durante as três baterias de testes da pré-temporada, em Jerez e em Sakhir. Em termos de desempenho, o time inglês, agora com Felipe Massa e Valtteri Bottas, impressionou pela alta confiabilidade apresentada por seus carros, equipados com os fortes motores da Mercedes. Massa, inclusive, fechou a última semana de treinos com o melhor tempo dos oito dias de atividades da F1 no Bahrein.

A Williams, portanto, vive um ressurgimento na F1, apoiado também em novos engenheiros e em uma reestruturação do comando técnico. A virada vem após um ano complicado e de poucos resultados em 2013. A última vitória da escuderia, no entanto, aconteceu em 2012, no GP da Espanha, com Pastor Maldonado.

"2014 será uma temporada fascinante, com grandes mudanças de regulamento, o que deve agitar o grid e criar oportunidades únicas para que as equipes possam avançar. Durante os testes, nós provamos a nossa ambição e fizemos um grande número de mudanças positivas. Também dou os parabéns aos pilotos e aos novos membros da equipe, além dos recém-chegados parceiros comerciais para 2014", disse fundador da esquadra inglesa.

Apresentação dos pilotos (Foto: Reprodução Twitter/Williams)


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});



"Na Martini, temos uma marca que compartilha da paixão pelo automobilismo e também por vencer campeonatos. Esta parceria é um marco em nossa história e estamos ansiosos para trabalhar mais de perto com essa empresa nos próximos anos", completou.

A Williams aproveitou o lançamento da pintura do FW36 para também apresentar a equipe para 2014. Além dos titulares, Massa e Bottas, os reservas Felipe Nasr e Susie Wolff também participaram do evento na sede da equipe.

A temporada deste ano tem início em 16 de março, com o GP da Austrália, no traçado do Albert Park, em Melbourne

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube