Williams detecta problema e decide trocar motor de Maldonado, que mantém 16º no grid em Sepang

Um problema no pistão do motor Renault de Pastor Maldonado após a classificação do GP da Malásia motivou a Williams a efetuar a troca da peça no carro do venezuelano. Entretanto, o piloto manterá a 16ª colocação no grid para a corrida de logo mais

As informações do GP da Malásia em tempo real
Especial F1 2013, a temporada imprevisível
A volta virtual em Sepang, narrada por Massa
As imagens deste domingo na Malásia

A fase não é mesmo das melhores para a outrora gloriosa Williams. A escuderia de Grove, que, a exemplo da Austrália, teve um desempenho paupérrimo na classificação do GP da Malásia, no último sábado (23), enfrentou outro revés logo após a sessão. O time britânico detectou um problema no pistão do motor Renault de Pastor Maldonado e decidiu realizar a substituição da peça.

Não tá fácil pra ninguém: a Williams trocou o motor de Maldonado em Sepang (Foto: Glenn Dunbar/ Williams)

Entretanto, Maldonado manteve a 16ª colocação no grid de largada do GP da Malásia, que começará logo mais, às 17h locais (5h de Brasília). O regulamento da F1 prevê que cada piloto poderá usar oito novos motores ao longo da temporada. Como Pastor estará usando seu segundo propulsor, então não haverá punição neste domingo.

Desta forma, Maldonado largará em 16º, duas posições à frente do seu companheiro de equipe, o jovem finlandês Valtteri Bottas.

Ainda de acordo com o regulamento, cada motor trocado ao longo do campeonato não poderá ser usado novamente nem em classificações e tampouco em corridas. A Williams, no entanto, disse que pretende reparar a falha no propulsor de Maldonado para usá-lo em treinos livres durante a temporada em 2013.
A cobertura do GP da Malásia no GRANDE PRÊMIO
Siga o Grande Prêmio no Twitter
Curta a página do Grande Prêmio no Facebook
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube