Williams diz que vento pode atrapalhar rendimento em Silverstone: “Vamos sofrer”

A Williams andou bem na rodada dupla disputada na Áustria e quase marcou pontos. Para Jost Capito, diretor-executivo da equipe, a boa performance não deve ser mantida no GP da Inglaterra, especialmente pela questão climática

Verstappen aplica novo domínio e vence: os melhores momentos do GP da Áustria (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

A Williams andou bem na rodada dupla da Fórmula 1 no Red Bull Ring, especialmente com George Russell. O britânico esteve próximo da zona de pontuação nas duas etapas, mas abandonou uma e chegou em 11º na outra. Isso sem contar a boa performance na classificação para o GP da Áustria, que o fez largar na oitava colocação.

Apesar dos bons resultados, a equipe não acredita que o desempenho se manterá na etapa seguinte, em Silverstone, e que o rendimento visto na pista austríaca será difícil de repetir.

“Todo mundo sabe agora que nosso carro é complicado em situações com muito vento e Silverstone é conhecida pelas ventanias. Eu acho que se ventar muito, vamos sofrer”, disse Jost Capito, diretor-executivo da Williams.

Russell foi um dos destaques na corrida, mas segue sem pontuar com a Williams (Foto: Williams)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Se não tiver tanto vento, então talvez a gente tenha uma chance maior de fazer o mesmo que fizemos [na Áustria]. Depende muito das condições climáticas”, completou.

Assim como em 2020, a Williams ainda busca o primeiro ponto na temporada. No ano passado, o time saiu do campeonato zerado. Neste ano, idem, mas já conseguiu um 11º lugar com George Russell, posição que a deixa na frente da Haas no Mundial de Construtores.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar