Williams fala em “especulação frustrante” e garante: Kubica fica até fim da temporada

Claire Williams concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (12) e deixou claro que sequer está pensando na dupla da equipe para 2020 e avisou que não há a intenção de dispensar Robert Kubica antes do fim da temporada. E criticou os rumores que dão conta de o polonês ter um carro diferente do prodígio britânico George Russell: “Essa especulação é simplesmente louca”

No fim de semana que marca uma série de homenagens ao lendário Frank Williams pelos 50 anos de envolvimento com a F1, Claire Williams, filha do icônico dirigente e chefe-adjunta da equipe britânica, negou os rumores sobre uma possível mudança na sua dupla de pilotos. O fraco desempenho de Robert Kubica ao longo desta primeira parte da temporada suscitou uma série de rumores, muitos apontando o nome de Nicholas Latifi, piloto de desenvolvimento e que já andou nos treinos livres do Canadá e da França, como substituto do polonês. Mas Claire garantiu que nada muda para 2020.
 
“Acho que essa especulação é bem frustrante porque, ao menos que conheça lá dentro, você não sabe o que está acontecendo. Nosso relacionamento com Robert é tão bom quanto sempre foi”, ressaltou Williams, ciente que o polonês está insatisfeito por não ter um carro capaz de ter boa performance no seu regresso à F1.
 
“Ele está focado, fazendo o que precisa fazer e estamos tentando fazer tudo o que é possível para dar a ele o melhor carro para que ele possa andar no nível que ele tanto quer. Certamente não há frustrações da nossa parte”, assegurou.

Claire Williams rejeitou os rumores sobre a saída de Robert Kubica antes do fim do ano (Foto: SpeedWeek/Twitter)

“Tenho certeza que ele está neste nível de frustração porque não tem o equipamento que gostaria de ter no momento. Mas estamos apenas na metade da temporada, então é um pouco cedo para nós começar a pensar sobre 2020 e a dupla de pilotos para o ano que vem”, complementou Claire.

 
A chefe-adjunta da Williams deixou claro que vai demorar para ter uma decisão sobre os pilotos da equipe britânica para 2020. Mas avisou que Kubica fica ao menos até o fim da temporada atual.
 
“Dito isso, temos de começar a pensar nisso, mas não ainda não estamos em posição para tomar qualquer tipo de decisão final. E é provável que assim seja até o último trimestre do ano. Mas não há o pensamento de substituir Robert durante a temporada. Absolutamente não”, garantiu.
 
Enquanto Kubica segue prestigiado, Claire Williams deixa evidente que tem grande admiração por George Russell. “Temos um contrato de longa duração com George e temos a intenção de fazer com que ele fique. É um futuro campeão do mundo”, disse a dirigente à revista alemã ‘Auto Motor und Sport’. O britânico é vinculado à Mercedes, parceira e fornecedora de motores da equipe de Grove.

Claire Williams assegurou que não há diferença entre os carros (Foto: Williams)

Claire também rejeitou os rumores a respeito da diferença dos carros de Kubica e Russell.

 
“Não há absolutamente nenhuma diferença entre os carros de George e Robert. Não temos orçamento para criar dois carros diferentes, então essa especulação é simplesmente louca. Fazemos tudo para garantir que tanto George como Robert tenham o mesmo equipamento e os mesmos itens testados a cada fim de semana, então o que nós podemos é dar a eles a melhor oportunidade tanto para o sábado como para o domingo”, completou.
 
No primeiro treino livre do GP da Inglaterra, nesta manhã de sexta-feira, Russell anotou o 17º melhor tempo e marcou 1min30s741. Kubica foi o 20º e último, 1s380 atrás do seu companheiro de equipe.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP da Inglaterra de F1. Siga tudo aqui.

Paddockast #24
A BATALHA: Indy x MotoGP

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube