Williams faz reunião extra com Massa e Bottas para superar mal-estar causado por ordem de equipe

Segundo engenheiro-chefe de testes e suporte, Rod Nelson, Felipe Massa, Valtteri Bottas e ele fizeram reunião e deixaram para trás o acontecido nas últimas voltas pelo traçado de Sepang

Uma reunião realizada ainda na noite de domingo na Malásia aparou as arestas na Williams, garantiu o engenheiro-chefe de teste e suporte da equipe, Rod Nelson. Além de Nelson, Felipe Massa e Valtteri Bottas estiveram presentes e conversaram sobre a ordem da equipe do brasileiro deixar o companheiro passar, para que tivesse chances de atacar Jenson Button nas voltas finais da prova em Sepang.


Segundo o engenheiro, o possível desconforto no interior do time foi todo resolvido entre os pilotos na reunião, que ocorreu após o costumeiro encontro dos membros da equipe na sequência de cada corrida.
O drama que originou da ordem vindo dos boxes da Williams (Foto: Williams)
"Tivemos de sentar com ambos os pilotos para falar sobre o que aconteceu na corrida aqui na Malásia. Eles entendem a posição da equipe e o motivo do que foram pedidos para fazer, que nós sentimos ser o melhor estrategicamente melhor para o time, permitindo que cada piloto atacasse Button individualmente. Já falamos sobre e deixamos para trás. Nosso foco está no Bahrein", disse Nelson.
 
Apesar de não ter escondido que não gostou de receber a ordem ao dizer à BBC que estava "lutando pela sua carreira", Massa contemporizou a situação e ressaltou sua boa relação com a equipe.
 
"Estou tranquilo. Para ser honesto, não tenho qualquer problema com a equipe. Tenho, sim, um ótimo relacionamento", afirmou o brasileiro.

No próximo fim de semana, no Bahrein, a Williams vai à uma corrida onde pode levar vantagem pela quantidade de retas do circuito de Sakhir, na oportunidade de mudar o rumo de uma temporada que prometeu e até agora não cumpriu.

Viaje para Mônaco e acompanhe o GP mais tradicional do Mundial da F1 com o GRANDE PRÊMIO por um PREÇO ESPECIAL. Veja o pacote aqui:

Foto: Mais uma novidade nesta semana de início da F1: leitor/seguidor do GRANDE PRÊMIO tem preço especial na compra dos pacotes com a AMK Viagens. Já pensou em ir para Mônaco e acompanhar essa <a href=F1 imprevisível no glamour do Principado? Dica de amigo: dá uma olhadinha, fala com os amigos e entra em contato com o Edgar Efeiche para uma viagem em alta velocidade: http://www.amkviagens.com.br/2011/index.php/terrestres_internacionais/ver/104" src="https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-frc3/t1/s843x403/1239391_634676119915289_405699877_n.jpg" style="border: none;vertical-align: baseline;background-color: transparent;margin: 0px;padding: 0px;height: 241px;width: 650px"/>

 

DESNECESSÁRIO. A Williams, que vem tentando se reerguer e que ganhou a simpatia dos fãs e do paddock todo ao trazer a icônica Martini de volta à F1, deu um tiro no pé na Malásia. Além de ter um carro pouquíssimo eficiente em pista molhada — que beira o ridículo, diante das declarações de que o FW36 só está atrás dos carros da Mercedes —, agora ainda terá de lidar com outro problema: o relacionamento entre seus dois pilotos em um momento que o time luta para alcançar a parte de cima da tabela e entrar em uma disputa maior com Ferrari, Force India e McLaren — aspiração mais condizente com a posição da Williams no momento.

Leia o editorial completo do GRANDE PRÊMIO aqui.

GRANDE PRÊMIO EUROBIKE: mostre que você sabe tudo de F1
neste bolão e faça agora suas apostas para o GP do Bahrein


GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube